segunda-feira, 16 de outubro de 2017

WBD 2017 - Pãezinhos de Abóbora com Sementes de Linhaça Dourada

No dia 16 de outubro celebramos o Dia Mundial do Pão! 
Mais uma vez somos convidados a confeccionar nosso próprio pão nesse dia especial, é o evento World Bread Day, hospedado pela Zorra, do blog Kochtopf
Escolhi usar abóbora por ser um vegetal que remete a simplicidade, a fartura e a boas lembranças, sem falar que os pãezinhos ficam com uma cor linda e textura macia, que contrasta com a crocância das sementes, delicioso.
O que acha de resgatar o preparo artesanal de um dos alimentos mais populares e básicos em muitas mesas ao redor do mundo?! Venha, faça a experiência e compartilhe essa ideia!


Pãezinhos de abóbora com sementes de linhaça dourada

- 3 e 1/2 xícaras de farinha de trigo aproximadamente
- 1 colher (sopa) de fermento biológico seco
- 1 xícara de abóbora cozida e amassada, usei cabotia cozida no vapor
- 1/4 xícara de leite ligeiramente morno
- 2 ovos médios
- 1/3 xícara de óleo
- 2 colheres de manteiga amolecida
- 2 colheres (sopa rasa) de açúcar
- 1/2 colher (chá) de sal
- 1 ovo batido para pincelar
- semente de linhaça dourada para polvilhar

Preparo:
Em uma tigela misture metade da farinha com o fermento e o açúcar.
Junte o leite morno, a abóbora amassada (ainda morna) e os ovos. Misture bem até que a massa comece a ficar elástica, incorpore o óleo, a manteiga, o sal e comece a sovar, adicionando o restante da farinha aos poucos, apenas o suficiente para desgrudar das mãos. 
Faça uma bola e deixe descansar em local sem correntes de ar até dobrar de volume.
Retire o ar da massa, divida em porções e molde pãezinhos ou bolinhas do tamanho desejado. Coloque em mini forminhas de pão (usei de silicone) ou disponha em uma assadeira untada.
Deixe crescer novamente até dobrar de volume. Pincele com o ovo batido e polvilhe com as sementes de linhaça.
Leve ao forno preaquecido por 30-40 minutos ou até que estejam bem assados e dourados.

O rendimento depende do tamanho dos pães que moldar, eu consegui 17 unidades.


A opção individual fica com a casca mais sequinha e crocante, enquanto os distribuídos na assadeira apresentam as laterais macias, que "desfiam" ao soltá-los.

Excelente semana a todos!!

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Risoto Alla Margherita

As pessoas sempre perguntam sobre qual nossa comida preferida. Nunca soube responder especificamente. De repente me dei conta, que desde que comecei a preparar risoto, sem dúvida, esse é meu prato!
Incrivelmente simples, seu preparo básico permite uma infinidade de composições e a cada garfada é uma nova descoberta, uma nova delícia que me conforta e alegra.
Esse com tomate, muçarela de búfala e manjericão ficou sensacional!!

Risoto alla margherita
(adaptado daqui)

- 1 xícara de arroz arbóreo
- 1,5l de caldo de legumes, preferencialmente caseiro
- 1/3 xícara de vinho branco
- alhos inteiros e cebola a gosto
- 2 colheres (sopa) de azeite extra virgem
- 4 a 5 tomates sem pele e sem sementes bem maduros picados ou 1 lata de tomate pelado
- 1 colher (sopa) de manteiga
- parmesão ralado na hora a gosto
- muçarela de búfala, usei cerca de 4 bolinhas pequenas fatiadas
- folhas de manjericão fresco

Preparo:

Leve o caldo de legumes ao fogo e mantenha-o aquecido.
Aqueça uma panela média com o azeite, coloque os dentes inteiros de alho e a cebola picada, deixe até que a cebola fique translúcida. Junte o arroz e misture bem para que todos os grãos fiquem envoltos de azeite. Adicione o vinho e mexa até que evapore todo.
Comece juntando uma concha de caldo por vez, mexendo sempre até que todo líquido seja absorvido, só depois acrescente mais. Adicione os tomates picados e continue mexendo. Nessa hora juntei também uma sobra de molho de tomate que fiz para outro prato no dia anterior, cerca de 1/4 de xícara, como era um molho caseiro encorpado, ajudou na cor e sabor, afinal esse já estava temperado.
Continue acrescentando caldo até que o arroz esteja cozido, mas al dente.
Desligue, junte a manteiga, as folhas de manjericão, o parmesão ralado e parte da muçarela de búfala picada. Mexa ligeiramente e tampe por 3-5 minutos.
Sirva em seguida guarnecido com mais muçarela de búfala, folhas de manjericão e um fio generoso de azeite.



Abençoada semana a todos!!

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Bolinhos Churros


Modinha ou não, fiquei com vontade de provar esses bolinhos sabor churros, não em tamanho grande tradicional, mas assim pequenos, usando essas graciosas forminhas.
A combinação açúcar e canela é clássica e confere o sabor e o aspecto que garante sua semelhança com churros, o doce de leite deixa tudo ainda mais gostoso e para agradar o filhote, alguns foram "recheados" com creme de avelã. 

Bolinhos churros

- 1 ovo grande
- 150g de açúcar, usei 120g
- 160g de farinha de trigo
- 80g de manteiga
- 120ml de leite
- 1 colher (chá) de essência de baunilha, não usei
- 2 colheres (chá) de canela em pó
- 1 colher (café) de fermento em pó
- 1/3 colher (café) de cravo em pó, opcional, não vai na receita
- açúcar e canela para polvilhar, o qto baste
- doce de leite e ou creme de avelã para decorar.

Preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma própria para minibolinhos, usei uma de silicone para 6 bolinhos de furo central (não tão minis assim).
Em uma tigela misture todos os ingredientes (não precisa de batedeira). Distribua a massa nas forminhas até preencher 3/4 da capacidade.
Leve para assar por 15-20 minutos. Retire do forno e deixe esfriar parcialmente, desenforme e coloque sobre uma grade para esfriar completamente.
Passe-os na mistura de açúcar e canela ou apenas polvilhe sobre os bolinhos. Confeite com doce de leite e ou creme de avelã.

A receita rende cerca de 12 minibolinhos, como minha forma é de bolinhos pequenos, mas não mini, consegui 6 unidades.
A colorida bandeja da foto faz parte dos brindes recebidos no Encontro Gourmet, um kit completo da Evo, linha de produtos sustentáveis. ;)

Excelente semana a todos!!

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Galette de Tomatinhos

Acabei de voltar do EG 2017, meu primeiro Encontro Gourmet e estou mega feliz, confiram um pouco do meu dia por lá na minha página no facebook, que você pode acessar clicando bem ali na lateral direita. ;D
Para comemorar trago uma receita fácil e deliciosa para vocês, sem brincadeira, é muito boa e fica lindona!
Usei uma massa de fubá que vi aqui, com recheio de tomatinhos sugerido aqui, fiz algumas adaptações e o resultado foi muito sabor e textura. Terá repeteco na certa!

Galette de tomatinhos

Para a massa:
- 1 xícara + 1 colher (sopa) de farinha de trigo
- 1/4 xícara de fubá
- 1/4 colher (chá) de sal
- 100g de manteiga sem sal, gelada e em cubinhos
- 1/4 xícara de creme azedo (sour cream)*, bem gelado
- 2 colheres (sopa) de água gelada

Para o recheio:
- 500g de tomatinhos, usei amarelos, vermelhos e laranjas
- 3 colheres (sopa) de mostarda Dijon
- 1 colher (sopa) de sementes de mostarda ligeiramente tostadas**
- 100g de queijo parmesão ralado na hora
- sal a gosto
- folhas de manjericão fresco ou ramos de tomilho fresco
- alho desidratado em flocos, opcional
- 1 ovo batido para pincelar

Preparo:
No processador pulse a farinha, o fubá e o sal. Junte a manteiga picada e pulse até a mistura parecer uma farofa. Em uma tigelinha misture bem o creme azedo com a água. Com o processador ligado, junte a mistura do creme aos poucos, apenas até formar uma massa.
Faça uma bola com a massa, embrulhe em papel filme e leve à geladeira por 1 hora.
Enquanto isso corte alguns tomatinhos ao meio, deixe a maioria inteiro.
Sobre uma folha de papel manteiga, abra a massa com um rolo até obter um círculo de aproximadamente 20cm. Coloque o papel com a massa sobre uma assadeira rasa.
Misture a mostarda Dijon com os grãos de mostarda, espalhe essa mistura sobre a massa, deixando uma borda de cerca de 3cm sem recheio, cubra com o parmesão ralado e distribua os tomatinhos por cima.
Tempere com sal, salpique o alho, coloque as folhas de manjericão e regue com um fio de azeite de oliva. Com cuidado dobre as bordas de massa sobre parte do recheio. Pincele as bordas com o ovo batido e leve para assar por 30-40 minutos ou até que doure.
Deixe esfriar por alguns minutos e sirva.

Se sobrar, embrulhe em papel alumínio e guarde na geladeira, no dia seguinte basta aquecer alguns minutos no forno convencional e ficará tão boa quanto no momento de assada.

*Creme azedo ou sour cream: para preparar 1 xícara de creme azedo, misture 1 xícara de creme de leite fresco com 2-3 colheres (chá) de suco de limão. Mexa até começar a engrossar. Cubra com filme plástico e deixe em temperatura ambiente por 1h ou de um dia para o outro. Deixe gelar um pouco antes de usar.
** Para tostar as sementes de mostarda, leve uma frigideira ao fogo com algumas gotas de azeite, junte as sementes e deixe por + ou - 30 segundos.Tampe, pois pulam feito pipoca! Depois é só empregar na receita.



Abençoada semana a todos!!

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Biscoito de Chocolate e Amendoim

Penso que estava faltando uns biscoitos aqui por essas bandas, não concordam??
Esses são feitos com chocolate em barra, que na receita original é combinado a semente de abóbora, por questões técnicas (minhas), troquei por amendoim moído.
A receita é do Comida de Quinta e não é a primeira sugestão que preparo vinda de lá, recomendo.

Biscoito de chocolate e amendoim

- 1/2 xícara de amendoim torrado e grosseiramente moído
- 120g de chocolate meio-amargo, usei blend
- 1 xícara de manteiga em temperatura ambiente
- 1/2 xícara + 2 colheres (sopa) de açúcar*
- 1/2 colher (chá) de canela em pó
- 1 pitada de sal
- 2 e 1/4 xícaras de farinha de trigo
- açúcar granulado para passar os biscoitos

Preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC. 
Numa tigela derreta o chocolate, espere amornar e junte a manteiga. Mexa até ficar homogêneo, depois adicione o açúcar, o sal, a canela e mexa bem.
Por último coloque a farinha e o amendoim. Faça bolinhas (se estiver mole, deixe firmar um pouco na geladeira, eu não precisei), achate com a mão, mergulhe um dos lados da massa em água fria e passe no açúcar granulado.
Distribua em assadeira untada ou forrada com papel manteiga (usei tapete de silicone), leve assar por 18 minutos. Espere 5 minutos antes de retirá-los da assadeira. Deixe esfriar sobre uma grade.

Fiz meia receita acima e consegui 20 unidades.
*Reduzi um pouco a quantidade de açúcar, para meia receita usei 1/4 de xícara.



No próximo final de semana estarei participando pela primeira vez do EG, Encontro Gourmet que reúne blogueiros de cozinha de todo país. 
Essa será minha única postagem por alguns dias, espero voltar cheia de novidades e entusiasmo!
Abençoados sejam nossos dias!!

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Mandioquinha Sautée


Eu adoro o sabor suave da mandioquinha (ou batata baroa, batata salsa), assim salteada ela ganha ainda mais sabor e textura, uma delícia!
Buscar novas formas de preparo com ingredientes que conheço desde criança, tem me proporcionado descobertas bem saborosas e enriquecido o cardápio no dia a dia. Preferencialmente mais simples e práticos, esses preparos são também mais saudáveis.
O forno e alguns livros tem se tornado aliados incríveis nessa jornada.
Essa é mais uma sugestão da Rita Lobo no, O que tem na geladeira?

Mandioquinha sautée

- 3 mandioquinhas (cerca de 500g)
- 3 colheres (sopa) de manteiga
- 4 ramos de salsinha
- 2 dentes de alho
- sal a gosto

Preparo:

Descasque e corte a mandioquinha em cubos médios. Coloque numa panela, cubra com água e cozinhe em fogo alto, quando ferver diminua o fogo e cozinhe por 15 minutos (a minha ficou no ponto antes disso), espete com garfo para verificar, ela deve estar cozida, mas firme.
Escorra e reserve.
Numa frigideira, derreta a manteiga, doure o alho (a receita manda colocá-lo 2 minutos antes de finalizar, mas prefiro assim) e junte as mandioquinhas, tempere com sal e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos, mexendo de vez em quando até dourar.
Desligue o fogo e junte a salsa picada, misture.
Sirva a seguir.

As receitas desse livro são ótimas, nada precisa ser seguido ao pé da letra, são sugestões de preparo que você pode adaptar ao seu gosto e necessidade. É assim que faço.


Ótimo final de semana a todos!

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Cuca Alemã de Uva


Adoro quando preciso aproveitar algum ingrediente que tenho em casa e acerto na escolha da receita.
Essa foi perfeita, uma massa com fermento biológico que cresceu lindamente, muito macia e perfumada, fazendo um delicioso par com essas pequenas uvas pretas e sem semente e com a farofa crocante. No meio do preparo, já identifiquei que daria muito certo e fiquei imaginando as próximas combinações de recheio, coisa de gente gulosa!rs

Cuca alemã de uva
(um tiquinho adaptada daqui)

- 500g de farinha
- 1 xícara de açúcar
- 2 ovos
- 1/2 xícara de manteiga amolecida
- 1 e 1/2 xícara de leite morno
- casca ralada de 1 limão
- 8g de fermento biológico seco
- 2 cachos de uva pequenos lavados e secos, usei uma pequena uva preta sem semente

Para a farofa:

- 1 xícara de açúcar cristal
- 1 xícara de farinha de trigo
- 1/3 xícara de manteiga amolecida
- 2 colheres (sopa rasa) de creme de leite
- raspas de 1 limão
- 1 colher (chá) de canela em pó, usei noz-moscada ralada
- 1 pacotinho de açúcar de baunilha, não usei
Misture todos os ingredientes, soltando com as pontas dos dedos e empregue.

Preparo:
Unte uma forma retangular de 32x22cm.
Em uma pequena tigela misture o leite morno, o fermento e o açúcar. Misture as raspas de limão à farinha, esfregando com as mãos para liberar o aroma do limão.
Na batedeira, bata os ovos e a manteiga, adicione a farinha e bata novamente em velocidade baixa.
Junte a mistura do leite aos poucos, usando o gancho para bater.
Bata até formar uma massa homogênea, porém ainda mole e grudenta.
Cubra e deixe crescer por 1 hora.
Despeje a massa na forma e com a ponta dos dedos puxe-a  para cobrir todo fundo. Distribua as uvas sobre a massa e cubra com a farofa.
Deixe crescer novamente até dobrar de tamanho. Leve assar a 180ºC por 20-25 minutos ou até firmar e dourar.





Excelente semana a todos!!

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Crepe Grosso de Maçã


Mais uma receita saída tarde da noite por conta das vontades que não passam!
Essa é de um livro recheado de coisinhas saborosas, Larousse 100% Prazer, Lanches...até o nome é propício.

Crepe grosso de maçã

- 3 ovos
- 220g de farinha de trigo
- 500ml de leite
- 50g de açúcar
- óleo ou manteiga para untar a frigideira
- 3 maçãs
- 75g de açúcar
- 100ml de rum
- canela em pó para polvilhar, opcional, não vai na receita original

Preparo:
Bata os ovos até que estejam espumantes.Á parte misture a farinha e o leite, depois incorpore os ovos e o açúcar até obter uma massa lisa e homogênea. Deixe descansar por 20 minutos.
Enquanto isso, descasque as maçãs, retire o coração com as sementes e corte-as em fatias bem finas. Polvilhe-as com açúcar.
Aqueça uma frigideira e unte-a ligeiramente com óleo ou manteiga.
Despeje uma quantidade suficiente de massa para recobrir o fundo da frigideira, acrescente por cima 1/4 das maçãs. Cubra com mais massa. Tampe a frigideira e deixe cozinhar em fogo brando até que o fundo esteja dourado (verifique após alguns minutos). Vire o crepe e cozinhe por mais 7-8 minutos. 
Prepare os outros crepes. Aqueça o rum, polvilhe cada crepe com açúcar e flambe.
Sirva imediatamente.

*A receita sugere o preparo de 4 crepes.
Fiz 2/3 da receita acima e consegui esse crepe da foto, suficiente para mais de uma pessoa gulosa.

Ótimo final de semana a todos!!

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Mini Penne com Alho e Brócolis


Dias corridos pedem uma refeição prática, mas nessas ocasiões também queremos comida que nos dê ânimo e conforto.
Um bom e simples prato de massa pode fazer isso por mim e acredito, por você também!
Não é uma receita com medidas, fiz a olho, você pode ajustá-la facilmente para sua necessidade e gosto pessoal.

Mini penne com alho e brócolis

Numa frigideira aqueça um fio generoso de azeite, junte uma boa quantidade de alho picadinho e deixe dourar. Acrescente o brócolis, higienizado e cortado em pequenos buquês e mexa por alguns segundos, apenas para salteá-los.
Cozinhe o macarrão (usei o mini penne) em água e sal, até ficar al dente.
Escorra e coloque-o na frigideira com o brócolis, misture para incorporar os sabores.
Sirva com parmesão ralado na hora.

Estava tão bom, que raspei o prato e queria mais!

Excelente semana e um feliz feriado a todos!!

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Sesame Chicken ou Frango com Gergelim


Eis uma ótima receita para variar a apresentação da carne de frango no dia a dia, preparo rápido e um resultado bem saboroso, principalmente para quem gosta de sabor agridoce. 
Fez muito sucesso aqui em casa, meu filho gostou tanto que já pediu para repetir várias vezes.

Frango com gergelim
(ligeiramente adaptado daqui)

- 600g de sobrecoxa em cubos, usei peito de frango 
- 1 clara 
- 3 colheres (sopa) de amido de milho
- uma pitada de pimenta caiena, não usei, usei páprica e pimenta da jamaica
- sal e pimenta do reino a gosto
- 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
- 2 dentes de alho picados ou amassados
- 2 colheres (sopa) de mel
- 4 colheres (sopa) de shoyo
- 1 colher (sopa) de vinagre de arroz, pode substituir por outro se não tiver
- 3 colheres (sopa) de ketchup
- semente de gergelim e cebolinha picada para servir

Preparo:

Tempere o frango com sal, pimenta do reino, pimenta da jamaica e a páprica.
Junte a clara e o amido e misture bem. Frite aos poucos em um fio de óleo quente até dourar. Reserve.
Retire o excesso de óleo da panela e acrescente o açúcar, o alho, o mel, o shoyo, o vinagre e o ketchup. Deixe ferver por 3 minutos ou até que o molho encorpe.
Devolva o frango à panela e misture bem.
Salpique com sementes de gergelim e cebolinha picada.
Sirva com arroz branco.


Excelente final de semana a todos!!

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Bolo de Banana e Caramelo

Quase impossível passar muito tempo sem aroma de bolo na cozinha não é mesmo?!
E quando a lista de receitas aumenta diariamente, o jeito é ligar o forno e experimentar mais uma.
Essa é incrível, leva uma combinação de ingredientes que fazem um bolo simples, ficar irresistível...banana, nozes, chocolate e especiarias, tudo coberto com um delicioso caramelo, me lembra até uma propaganda antiga da tv! rs

Bolo de banana e caramelo
(ligeiramente adaptado daqui)

- 2 xícaras de farinha de trigo
- 1 colher (chá) de canela em pó
- 1/2 colher (chá) de noz-moscada ralada
- 1/4 colher (chá) de cravo em pó
- 1 colher (chá) de sal
- 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
- 1 colher (chá) de fermento químico em pó, não vai na receita original
- 3 ovos grandes
- 1 e 1/4 xícaras de óleo vegetal de sabor suave
- 1 e 3/4 xícaras de açúcar, usei 1 e 1/4 xícaras, em uma próxima vez usarei apenas 1 xícara e do mascavo
- 1 colher (sopa) de essência de baunilha, usei caseira
- 3/4 xícara de nozes grosseiramente picadas
- 1 xícara de chocolate amargo picado ou gotas, usei blend
- 3 bananas maduras picadas

Caramelo: 
1/2 xícara de açúcar mascavo, aperte-o na xícara para medir
- 2 colheres (sopa) de leite integral
- 4 colheres (sopa) de manteiga sem sal picada, usei com sal

Preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de furo central, usei de 20cm de diâmetro por 10cm de altura.
Peneire juntos a farinha, a canela, a noz-moscada, o cravo, o sal, o fermento e o bicarbonato de sódio.
Na batedeira, bata os ovos, o óleo e o açúcar por 2-3 minutos até que tudo fique bem incorporado. Junte a baunilha e bata mais um pouco. Em velocidade baixa, acrescente os ingredientes peneirados aos poucos, batendo até que a mistura fique homogênea.
Adicione as nozes, o chocolate e as bananas picadas, misture gentilmente sem bater.
Despeje a massa na forma preparada e leve ao forno por 55m-1h.

Um pouco antes do bolo terminar de assar, prepare o caramelo. 
Combine todos os ingredientes numa panelinha e leve ao fogo até ferver, mexendo ás vezes para não queimar. Deixe ferver por 4-5 minutos e desligue.
Ao retirar o bolo do forno, faça furinhos na superfície usando um palito de dente (usei um de espetinho para a calda penetrar bem) e imediatamente regue-o com o caramelo. Faça aos poucos para que toda cobertura seja absorvida pelo bolo. Se formarem "poças" de caramelo, perfure-o mais vezes.
Importante: deixe o bolo esfriar completamente sobre uma grade antes de desenformar, caso contrário, pode grudar.


É um bolo delicioso, porém doce! Por isso pode-se reduzir a quantidade de açúcar na massa sem medo, a banana, o chocolate e o caramelo fazem o restante.

Uma doce e produtiva semana a todos!!

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Couve-Flor Assada com Especiarias

Acho que a couve-flor andava meio injustiçada aqui em casa, estou tentando me redimir.
Tenho buscado opções para colocá-la mais em minha mesa, outro dia apresentei essa receita, que lembra a cozinha da minha mãe. Agora uma sugestão assada, mais saudável e tão simples de fazer que não há desculpa para não experimentar.
Foram aprovadas com louvor!

Couve-flor assada com especiarias
(vi aqui e aqui)

- 1/2 couve-flor 
- sal e pimenta do reino a gosto
- açafrão da terra, cominho em pó, páprica e alho granulado - usei 1/4 colher (chá) de cada
- 2 colheres (sopa) de azeite

Preparo:

Separe a couve-flor em buquês, lave e escorra bem. Distribua-os em um refratário.
Misture o sal, a pimenta, o açafrão, a páprica, o cominho, o alho e o azeite, regue os floretes com essa mistura e espalhe com as mãos para que fiquem bem envoltos no tempero.
Cubra com papel alumínio e leve ao forno a 180ºC por 20 minutos. Retire o papel e deixa mais 15-20 minutos no forno.
Sirva a seguir com salsa fresca picada e um fio de azeite.

Você pode fazer a combinação de temperos e especiarias que quiser, use e abuse das suas preferências e criatividade!


Ótimo final de semana a todos!!

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Arroz Árabe...com aletria ou macarrão cabelo de anjo

Essa semana trago uma sugestão passada por uma cliente, um prato tradicional da culinária árabe. Novidade para mim, fiquei surpresa com a simplicidade do preparo e o resultado saboroso da receita.
Por aqui foi o acompanhamento de tulipas de frango assadas e couve-flor com especiarias.

Arroz árabe

- 1 xícara de arroz
- 1 ninho de macarrão cabelo de anjo, aletria
- 1 colher (sopa) de manteiga, não use margarina
- sal a gosto
- água o suficiente para cobrir, cerca de 2 xícaras

Preparo:

Em uma panela coloque a manteiga e leve ao fogo, deixando derreter até ficar marrom, cuidado para não queimar.
Quebre o ninho de macarrão (esmague-o com a mão) dentro da panela e misture bem, deixando refogar até que fiquem bem dourados.
Adicione o arroz e refogue mais um pouco. Tempere com sal, cubra com água e pronto, agora é só cozinhar como de costume.
Eu costumo usar alho ou cebola para temperar o arroz, nesse dia optei por usar apenas sal para conhecer o sabor do prato.

Fiz uma porção pequena que serve duas pessoas, aumente a receita proporcionalmente conforme sua necessidade.


Excelente semana a todos!!

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Pão com Aveia e Iogurte

Se dependesse apenas do meu gosto, as receitas de pães seriam as mais variadas possíveis, já meu filho que adora pão quente (especialmente os caseiros) com manteiga e café com leite, não abre mão do pão tradicional. 
Como ele no dia a dia é o maior consumidor de pão da casa, atendo sua preferência, mas vez ou outra busco alguma variação que seja bem aceita.
Essa receita agradou bastante, leva iogurte e um pouco de aveia na massa, tem ótima textura e um aroma agradável, a casca um pouco mais firme, permanece crocante mesmo após algumas horas.
Será repetida com certeza.

Pão com aveia e iogurte
(Culinária de Todas as Cores - 200 receitas de Pães Tentadores)

- 425g de farinha de trigo, aproximadamente 3 e 1/2 xícaras
- 50g de aveia em flocos médios (usei 1/2 xícara) + um pouco para salpicar
- 1 e 1/2 colher (chá) de sal
- 1 e 1/2 colher (chá) de açúcar
- 50ml de leite
- 125ml de água
- 125ml de iogurte natural, usei caseiro
- 2 colheres (chá) de fermento biológico seco instantâneo
- leite para pincelar

Preparo:

Misture os primeiros quatro ingredientes para aerar. Adicione o fermento e misture.
Faça um buraco no meio e adicione o iogurte, o leite e a água aos poucos, misturando até obter uma massa macia e homogênea.
Coloque a massa em superfície polvilhada com farinha e sove até ficar lisa e elástica. Usei a mfp para sovar.
Forme uma bola com a massa, coloque em um recipiente untado com azeite, cubra e deixe crescer até dobrar de volume. Depois desse tempo, sove-a o suficiente para retirar o ar. Divida-a em duas partes para dos pães pequenos para médio ou molde um pão grande, como eu fiz.
Cubra novamente e deixe em local sem correntes de ar até dobrar de volume. Pincele a superfície com leite e salpique com aveia.
Leve ao forno preaquecido a 180ºC por 30-35 minutos ou até que doure.
Desenforme após 5 minutos e deixe esfriar sobre uma grade.



Abençoado fim de semana a todos!!

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Abobrinha Crocante com Molho Pesto e Iogurte

Assim que vi o vídeo dessa receitinha, eu tinha certeza que iria gostar do resultado.
Presta atenção nessa lista: abobrinha, crocância, assada, pesto e iogurte natural...não tem como ficar ruim!
Vou fazer muitas vezes por aqui, sim senhora! ;D

Abobrinha crocante com molho pesto e iogurte
(ligeiramente adaptado daqui)

- 1 abobrinha média
- 1 ovo ligeiramente batido temperado com uma pitada de sal
- farinha de trigo o qto baste
- farinha de pão, usei caseira temperada com orégano seco, açafrão da terra e uma mistura de cebola, alho e salsa desidratados, a gosto

Lave bem e seque a abobrinha. Corte ao meio no sentido do comprimento, depois corte novamente até obter palitos de abobrinha não muito finos.
Passe os palitos na farinha de trigo, depois no ovo e na farinha de pão.
Distribua em uma assadeira e leve ao forno 180-200ºC por 25-30 minutos ou até que dourem.
Sirva a seguir acompanhada do molho*.

*Faça o molho pesto seguindo essa receita, depois misture 1/2 xícara de iogurte natural, usei integral caseiro.
E delicie-se!

Essa quantidade de abobrinha rende uma porção gulosa, foi suficiente para mim, rs...
Já o molho pesto fiz uma porção menor do que a sugerida no link, rendeu 1/4 de xícara, que misturei a duas colheres de iogurte. Isso para que você tenha uma ideia das quantidades e não fique com um monte de molho sobrando. Se preferir, misture apenas uma parte do pesto ao iogurte e guarde o restante que dura alguns dias na geladeira e pode ser comido até com torradas, delícia!


Uma produtiva e abençoada semana a todos!!

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Batatas ao Murro com Alho e Tomilho

A foto não está lá essas coisas, mas as batatas ao murro são a receita  mais simples que preparei na minha cozinha nos último tempos, apesar disso, ficam saborosas e são um ótimo acompanhamento.
No meu caso servi com costelinha de porco assada com alecrim e arroz branco com ervilha torta (a batata cumpre o papel de carboidrato, mas meu filho prefere o arroz branco).

Batatas ao murro com alho e tomilho

Higienize e cozinhe as batatas com casca até que fiquem ligeiramente macias.
Retire, aguarde esfriar um pouco e dê um pequeno murro sobre cada batata, cuidado para não esmagá-las totalmente. Coloque num refratário, tempere com uma pitada de sal, polvilhe alho granulado, junte ramos de tomilho fresco e regue com azeite.
Leve ao forno por 15-20 minutos ou até que dourem.

Para a costelinha, prepare uma marinada com sal, pimenta do reino, açafrão da terra, alho e cebola granulados, um fio de azeite, alecrim seco (ou fresco se tiver) e vinho branco.
Cubra a carne com o tempero e deixe bem fechado de um dia para o outro.
Em uma assadeira, leve a costelinha ao fogo baixo coberta com papel alumínio por 30-40 minutos.
Retire o papel e leve de volta ao forno (aumente para médio) até que esteja bem assada e dourada.

Excelente final de semana!


terça-feira, 8 de agosto de 2017

Risoto de Ervilha do Jamie Oliver

Eu adoro o Jamie Oliver, gosto de assistir seus programas e tenho alguns de seus livros.Gosto da forma despretensiosa, quase rústica com que ele apresenta a comida, para mim é convidativo, mesmo quando é empratado parece comida de conforto.
E toda essa conversa para falar de mais um risoto? Quem precisa do Jamie Oliver? Ahh, mas a sugestão, a inspiração e o desejo de provar, nasce ou se intensifica vendo a química que "rola" entre um chef como ele e seus preparos. Foi assim com essa versão, segundo ele, um clássico italiano de risoto de ervilha e queijo de cabra (que eu aliás, omiti), enquanto não fiz, não sosseguei!
O resultado é incrívelmente bom, além de bonito é delicioso, não vejo a hora de fazer de novo.
A receita que segue é a minha adaptação da versão do Jamie.

Risoto de ervilha

- 1 xícara de arroz arbóreo ou carnaroli
- 750ml de caldo de legumes, de preferência caseiro
- 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
- 1/2 cebola picadinha
- 3 dentes de alho inteiros
- 1/2 cálice de vinho branco
- 1 colher (sopa) de manteiga
- 1 xícara de ervilha fresca congelada
- sal a gosto
- tomilho fresco, opcional
- 50g de bacon em cubinhos
- 1/2 xícara de parmesão ralado na hora + lascas para servir

Em uma panela mantenha o caldo de legumes aquecido.
Frite os cubinhos de bacon ou coloque-os entre duas folhas de papel toalha e leve alguns minutos no microondas, até que fiquem dourados e crocantes, cuidado para não queimar. Reserve.
Em uma panela média, aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho (eu os deixo inteiros, ficam suaves e cremosos). Coloque o arroz e misture bem para envolver todos os grãos. Adicione o vinho e deixe evaporar.
Coloque uma concha do caldo e mexa todo o tempo, quando secar, junte mais caldo.
Acrescente a ervilha congelada e o tomilho, tempere com sal e prove.
Se necessário continue juntando caldo até o arroz estar cozido, mas lembre-se que ele deve ficar al dente.
Finalize com a manteiga e o queijo parmesão ralado na hora. Tampe a panela e deixe por 3-4 minutos.
Sirva com o bacon crocante, lascas de parmesão e um fio de azeite.



Linda semana a todos!!

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Bolachas de Manteiga de Amendoim com Pepitas de Chocolate

Fiquei em dúvida se traria essa receita para o blog, o resultado não foi o esperado e as fotos ficaram devendo.
As bolachas ficaram boas, mas muitas receitas são boas, nós queremos as melhores. Nesse caso em particular, o "erro" foi meu, juntei toda a farinha de uma vez, mesmo achando que era muita, obtive bolachas saborosas, mas um pouco secas demais.
Tenho uma pequena desculpa para minha desatenção...eles foram feitos tarde da noite, sabe quando bate aquela vontade absurda fora de hora, então...

Bolachas de manteiga de amendoim com pepitas de chocolate
(ligeiramente adaptada daqui)

- 1 ovo
- 150g de açúcar mascavo
- 150g de farinha de trigo, reduzir para 120g acredito que seria o ideal
- 4 colheres (sopa) de manteiga de amendoim, usei caseira
- 50g de manteiga
- 50g de pepitas de chocolate
- 1 colher (chá) de fermento em pó
- 1/2 colher (café) de bicarbonato de sódio

Preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC. Forre uma forma com papel manteiga, reserve.
Bata a manteiga, o açúcar e a manteiga de amendoim até obter uma pasta cremosa.
Junte o ovo e envolva bem. Adicione a farinha, o fermento e o bicarbonato, mexa até ficar homogêneo.
Incorpore as pepitas de chocolate. Distribua colheradas* na forma e achate-as ligeiramente, deixando um espaço entre elas.
Leve assar por 10-15 minutos ou até que dourem ligeiramente.

*Minha massa ficou muito firme (seca), tive que fazer bolinhas e achatar. Caso experimente a receita, sugiro reduzir a quantidade de farinha ou adicionar aos poucos até atingir o ponto.


Ótimo final de semana a todos!