quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Almôndega Recheada com Muçarela de Búfala ao Molho de Tomate e manjericão

Fazia um bom tempo que eu não preparava almôndegas em casa, nesse dia me bateu uma vontade de algo bem suculento e saboroso, sem muito trabalho, claro.
Um arroz branco e uma salada verde é tudo que você precisa para acompanhar esse prato. Fiz as almôndegas na Air Fryer, o que economizou tempo e as deixou mais saudáveis, já que usei apenas um fiozinho de azeite para bezuntá-las, mas acredito que funciona bem sem nada.

Almôndega recheada com muçarela de búfala ao molho de tomate e manjericão

- 350g de carne moída, usei patinho
- 1 ovo pequeno
- 1/4 xícara de farinha de rosca, usei caseira
- sal, pimenta-do-reino, orégano, cominho e canela em pó a gosto
- 1/2 cebola bem picadinha ou passada no processador
- 50g de muçarela de búfala em bolinhas
- molho de tomate caseiro o suficiente para cobrir as almôndegas
- folhas manjericão a gosto
- azeite de oliva qto baste

Preparo:
Misture a carne moída com o ovo, a farinha de rosca, os temperos e mexa tudo muito bem, eu gosto de usar as mãos, apertando bem a carne com os temperos.
A mistura da carne deve ficar com uma liga suficiente para formar bolinhas, mas se manter úmida e macia. Forme bolinhos do tamanho desejado, aperte o centro e coloque um pedaço médio de muçarela, feche bem para não vazar ao fritar ou assar. Repita até terminar a carne.
Aqueça sua air fryer* (a minha é Mondial) por 5 minutos a 180ºC, regue as almôndegas com um fiozinho de azeite, dê uma misturada para que todas fiquem ligeiramente bezuntadas e distribua-as na cuba da fritadeira. Marque 10 minutos, a cada 5 minutos mexa um pouco os bolinhos para que fritem por igual. O tempo total vai depender de como você prefere a carne, eu sempre gosto mais "chegadinha", só não deixe que fiquem muito secas.
Enquanto isso prepare seu molho de tomate lindão e suculento, use tomates bem maduros sem casca e sementes ou polpa em lata. Junte folhas de manjericão durante o preparo e reserve algumas para finalização. Quando as almôndegas estiverem prontas, mergulhe-as no molho e deixe que cozinhem em fogo baixo por no mínimo 15 minutos.
Junte mais folhas de manjericão e regue tudo com um fio de azeite no momento de servir.

*As almôndegas podem ser fritas em óleo, mas não recomendo, já que pode-se conseguir um ótimo resultado na air fryer ou caso não tenha uma fritadeira, asse-as numa assadeira ligeiramente untada, virando-as na metade do tempo para que dourem por igual.

Bom apetite!!


quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Galette de Pêssegos

Que eu adoro doce todos devem saber, tanto me derreto por uma bala de caramelo (sim, pasmem!) como posso viver de amores por uma sobremesa linda, leve, fresca e quase nada doce como essa galette!
Os pêssegos bonitos e perfumados me cativaram na frutaria e quando a moça do caixa garantiu que estavam doces, não resisti, foi uma excelente escolha!


Galette de pêssegos
(ligeiramente adaptada daqui)

- 100g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
- 1/2 xícara de açúcar refinado
- 3 colheres (sopa) de leite, substituí uma por iogurte
- 1/2 colher (chá) de extrato de baunilha, usei essência de coco
- 1/3 xícara de fubá
- 1 xícara de farinha de trigo
- 1 pitada de sal

Para o recheio:
- 3 pêssegos grandes maduroa e ainda firmes, usei 5 médios
- 2 colheres de açúcar refinado
- 1 colher (sopa) de farinha de trigo
- 1 pitada de sal
- 3 colheres (sopa) de suco de limão
- 2 colheres de geleia de frutas vermelhas, opcional

Preparo:
No processador, bata a manteiga com o açúcar até formar um creme homogêneo. 
Em uma tigelinha misture o fubá, a farinha e o sal. Adicione essa mistura ao processador e bata ligeiramente. Aos poucos junte o leite e a essência de coco (previamente misturadas) ao processador, apenas o suficiente para formar uma bola.*
Achate essa massa, envolva em papel filme e leve à geladeira por 30 minutos ou até de um dia para o outro.
Lave bem os pêssegos e seque-os. Corte cada pêssego ao meio, retire o caroço e faça fatias médias.
Em uma tigela coloque o pêssego fatiado, junte o açúcar, a farinha, o sal e o suco de limão, misture para envolver as fatias. Reserve.
Ligue o forno a 180ºC.
Abra a massa sobre uma folha de papel manteiga até conseguir um retângulo de mais ou menos 35x24cm. Corte as beiradas dando acabamento.
Distribua as fatias de pêssego em duas fileiras, no meio da massa, deixando uma borda em toda a volta. Dobre as bordas sobre o recheio, fechando com cuidado as laterais. Distribua a geleia de frutas vermelhas (se for usar) entre as fileiras de pêssegos. Coloque a massa com o papel manteiga sobre uma assadeira rasa. Leve à geladeira por 10 minutos para a massa firmar.
Pincele as bordas da massa com 1 gema batida com 2 colheres (sopa) de água, polvilhe com açúcar.
Leve ao forno por aproximadamente 30 minutos ou até que a massa doure. Retire do forno, pincele o recheio com uma mistura de 2 colheres (sopa) de geleia de damasco e 1 colher (sopa) de água e volte ao forno por 5 minutos para caramelizar (opcional).
Deixe esfriar um pouco para servir.

* Dica: A receita original sugere colocar primeiro os líquidos no processador e depois juntar os secos, segui essa orientação e precisei agregar aproximadamente mais 1/2 xícara de farinha e fubá para que a massa atingisse o ponto e formasse uma bola. O resultado final foi uma massa mais quebradiça depois de gelada e mais difícil de manipular, além de uma "sobra" de massa. Sugiro a sequência que descrevi acima, o líquido entra aos poucos e apenas o suficiente.

Que o final de semana seja de sabedoria e tranquilidade a todos!


sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Pão de Fermentação Natural com Três Queijos

Eis aqui uma padeira amadora cada dia mais entusiasmada com a fermentação natural e suas possibilidades!
Eu adoraria fazer pães todos os dias e entre uma fornada e outra, assar um bolo e muitas coisinhas gostosas por puro prazer...sonho, sonho meu! kkkk
Esse pão com três queijos ficou sensacional, dos melhores que já preparei, tanto que já repeti a receita, apenas acrescentando um pouco mais de queijo, nada exagerado, gosto de sutilezas, o aroma, o sabor leve da massa, alguns pedacinhos de queijo aqui e ali e a casca crocante e saborosa...nada de queijos explodindo para todos os lados, mas isso é questão de gosto.
Nessa receita coloquei as porcentagens de cada ingrediente, assim você pode fazer o pão do tamanho que quiser, apenas considerando que a farinha ou a msitura delas (se usar mais de um tipo), corresponde sempre a 100% e os demais ingredientes são calculados em relação a ela. ;)

Pão com três queijos

- 400g de farinha de trigo - 100%
- 280g de água - 70%
- 160g de fermento natural - 40% pode usar menos 
- 8g de sal - 2%
- 10g de açúcar demerara - 2,5%
- 130g de queijo no total : 40g de parmesão ralado, 40g de muçarela ralada e 50g de gruyère em cubos pequenos

Preparo:
Misture a farinha e a água até formar uma massa rústica. Cubra com filme plástico e reserve na geladeira por 2h. Depois desse tempo junte o fermento natural (levain) e o açúcar, sove por aproximadamente 10 minutos, até que forme o ponto de véu (quando puxando uma parte da massa, ela se abre e fica transparente como um véu, sem romper facilmente). Acrescente o sal e sove por mais dois minutos. Eu uso a mfp para sovar, pode ser à mão ou numa batedeira planetária, desde que ela suporte a massa.
Deixe descansar por 30 minutos. Passado esse tempo comece a fazer as dobras, puxando uma extremidade da massa para o centro, realize esse movimento cerca de quatro vezes. Deixe descansar por 30 minutos. Repita essa operação mais três vezes, com intervalo de 30 minutos entre uma e outra. Enquanto realiza as dobras, vá colocando a mistura de queijos.
Após os quatro conjuntos de dobras, deixe descansar por 30 minutos. Modele o pão, leve ao cesto de fermentação (lembre-se de polvilhar com farinha de arroz para sua massa não grudar).
Deixe fermentar (crescer) até atingir cerca de 2/3 do tamanho inicial, eu preparo o pão à noite e deixo fermentar na geladeira, retiro pouco antes de assar, caso não cresça bem na geladeira, deixe em temperatura ambiente até atingir o tamanho ideal.
Aqueça o forno a 250ºC com a panela dentro (uso panela de ferro) por 20-30 minutos.
Com cuidado passe a massa para a panela (forrada com papel dover ou polvilhada com fubá), faça cortes na superfície para ajudar o desenvolvimento do pão no forno e ter um escape do vapor.
Tampe a panela e asse por 25-35 minutos, retira a tampa, reduza a temperatura para 200ºC e asse até dourar a gosto.

A segunda foto mostra a repetição da receita. Nesse acrescentei mais queijo, cerca de 200g no total e no lugar da muçarela, usei gorgonzola.

Excelente final de semana a todos!!

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Torta de Maçã

Gosto muito de tortas e bolos com frutas, tanto aqueles com massa mais densa e especiarias, quanto os leves e macios, com aroma suave e delicado. Essa torta de maçã, eu a vi no instagram (que aliás, está me levando a loucura! 😋) é bem assim, extremamente leve e macia, coberta com maçãs frescas e uma chuva fina de açúcar e canela. Simples e irresistível!

Torta de maçã
(adaptada daqui)

- 2 a 3 maçãs de sua preferência
- 200g de farinha de trigo
- 50g de manteiga derretida ou óleo de girassol
- 130g de açúcar refinado
- 2 ovos grandes em temperatura ambiente
- 200ml de iogurte natural, usei de kefir
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 1 colher (chá) de essência de coco
- 1 colher (sopa) de açúcar de confeiteiro + 1 colher (sopa) de açúcar demerara + 1 colher (sopa) de canela em pó para polvilhar

Preparo:
Unte e enfarinhe uma forma redonda com aproximadamente 24cm. Forre o fundo com papel manteiga. Reserve.
Preaqueça o forno a 180ºC.
Misture a farinha e o fermento, reserve. 
Bata os ovos com o açúcar e a essência até obter uma mistura leve e espumosa.
Adicione a manteiga derretida e fria e bata novamente. Aos poucos alterne colheradas de farinha e iogurte, batendo bem a cada adição. A massa deve ser encorpada e aveludada no final.
Lave e seque as maçãs, descasque e corte-as em fatias (fatiei metade com casca e metade sem).
Despeje a massa na forma preparada, nivele a superfície e distribua as fatias de maçã começando pelas laterais (em pé, uma ao lado da outra), afundando-as ligeiramente. Faça uma segunda camada e assim por diante, ocupando todos os espaços disponíveis.
Polvilhe com a mistura de açúcares e canela. Leve assar por aproximadamente 45 minutos ou até que ela esteja dourada e o teste do palito saia limpo.
Deixe esfriar sobre uma grade. Se quiser, depois de totalmente fria polvilhe com mais açúcar de confeiteiro, é opcional, para mim estava na medida.



Excelente semana a todos!!

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Pastéis da Cornualha

O final de semana é quando reservo tempo para experimentar receitas novas, aproveitei o domingo chuvoso para preparar esses pastéis da Cornualha (ou Cornuália, encontrei as duas grafias).
Historicamente eram consumidos por mineiros da região sudoeste da Inglaterra, feitos pelas esposas, cabiam perfeitamente na mão dos mineiros e o corte para sair o vapor eram as inicias dos maridos marcadas na massa para que os reconhecessem.
Minha versão é baseada na receita da página King Arthur Flour.

Pasteis da Cornualha

- 3 xícaras de farinha de trigo, 2 e 1/2 xícaras foram suficientes para mim
- 3/4 colher (chá) de sal
- 1/2 xícara de banha (tradicional) manteiga sem sal ou gordura vegetal, usei manteiga gelada
- 1 ovo grande batido
- 2 colheres (chá) de vinagre, usei de arroz
- 3 colheres (chá) de água, precisei de um pouquinho mais, isso vai variar de acordo com a farinha utilizada
- 1 ovo batido com 1 colher (sopa) de água para pincelar

Preparo:
Em uma tigela misture a farinha (não use toda de uma vez) e o sal. Corte a manteiga em pedaços pequenos e distribua-os de maneira uniforme sobre a farinha. Esmague a manteiga e a farinha entre as mãos até que fique semelhante a uma farofa grosseira.
Separadamente bata o ovo com o vinagre e o sal. Regue a farinha com essa mistura e amasse ligeiramente até formar uma bola. Divida em seis pedaços (separei em 7 pedaços com cerca de 95g cada). Com ajuda de um rolo, abra-os em discos, envolva cada um em papel filme e leve para descansar na geladeira, enquanto prepara o recheio.*
Preaqueça o forno a 200ºC. Forre uma assadeira com papel manteiga.
Retire a massa da geladeira, Coloque cerca de 1/2 xícara de recheio no centro de cada disco. Pincele a borda com água, una dois lados opostos, trazendo-os para cima, pressione um pouco logo acima do recheio e feche as pontas, torcendo-as um pouco para se parecerem com as costas de um dinossauro, rs
Faça pequeninos cortes nas laterais para escapar o vapor. Coloque na assadeira, pincele com a mistura de ovo e água. Leve assar a 200ºC durante os primeiros 15minutos, depois reduza a temperatura para 180º e asse mais 25-30 minutos ou até que dourem. Nos últimos minutos espalhei ramos de tomilho fresco e reguei com um fio de azeite.

*O recheio tradicional leva uma mistura de carne (crua) em cubinhos, batata cozida, nabos e cebolas.
Eu optei por usar carne moída refogada (não gosto da possibilidade de ficar mal passada, coisa minha), temperada com cebola, alho, sal, pimenta-do-reino moída, cominho, canela e açafrão da terra em pó. Também adicionei folhas picadas de espinafre, salsa e cebolinha verde picadinhas. Deixei esfriar parcialmente antes de empregar.
A segunda opção foi um refogado rápido de escarola, alho e cebola, também juntei uvas passas brancas, pois adoro um agridoce.

Excelente semana a todos!!

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Bolo de Morango com Gotas de Chocolate

Encontrei essa receita com a descrição de "Espetacular Bolo de Morango com Gotas de Chocolate" e ela logo me chamou à atenção, os morangos trazidos do mercado por um preço muito simpático esperavam um fim digno e saboroso e a escolha não poderia ter sido melhor.
O bolo é macio e aromático, combina perfeitamente o azedinho da fruta com o sabor mais intenso do chocolate, apesar de simples, é mesmo espetacular!

Bolo de morango com gotas de chocolate

- 1 1/2 xícaras de farinha de trigo
- 1 1/2 colheres (chá) de fermento em pó
- 1/8 colher (chá) de sal
- 3 colheres (sopa) de manteiga sem sal amolecida
- 3 colheres (sopa) de iogurte grego, usei natural caseiro
- 1 xícara de açúcar
- 1 ovo grande
- 1/2 xícara de leite
- 1 colher (chá) de extrato de baunilha, usei essência de coco
- 150g de gotinhas de chocolate, usei metade meio-amargo e metade ao leite
- 20 morangos higienizados cortados ao meio e sem o talinho, aproximadamente
- açúcar de confeiteiro para polvilhar

Preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC. Unte as laterais de uma assadeira e forre o fundo com papel manteiga. Usei uma quadrada de 18cm.
Peneire a farinha com o sal e o fermento em pó. Reserve.
Na batedeira coloque a manteiga, o açúcar e o iogurte, bata até obter um creme claro.
Adicione o ovo e bata bem, em seguida misture a essência e o leite aos poucos.
Na velocidade baixa, junte a farinha aos poucos e bata até ficar uniforme.
Transfira a massa para a assadeira, se precisar nivele a superfície. Distribua os morangos com a parte externa voltada para cima e espalhe as gotinhas de chocolate.
Asse o bolo até ficar dourado ou até que o teste do palito saia limpo.
Deixe esfriar para desenformar. Depois de frio polvilhe acúcar de confeiteiro.

Delicie-se!

domingo, 9 de setembro de 2018

Arroz de Braga

Adoro pratos à base de arroz e queria muito provar arroz de braga.
Fiz minha versão com o que tinha em casa e com receitas que pesquisei. Fiquei muito feliz com o resultado, basta uma salada para acompanhar e a refeição está completa!

Arroz de Braga

- 1 xícara de arroz
- 1/2 linguiça calabresa fatiada 
- 1/4 de xícara de bacon em cubinhos
- azeitona verde a gosto 
- 1 peito pequeno de frango cortado em cubos
- 1/4 de xícara de ervilha fresca congelada
- cheiro verde (cebolinha e salsa) picado a gosto
- sal, pimenta-do-reino, cominho e açafrão da terra em pó a gosto
- 1 fiozinho de azeite ou óleo de sua preferência

Preparo:

Aqueça uma panela tipo wok ou frigideira funda, coloque um fio de azeite e doure os cubos de frango. Reserve.
Doure a linguiça calabresa fatiada junto com o bacon. Devolva o frango à panela, acrescente o arroz e a ervilha. Tempere com sal, cominho em pó, açafrão da terra em pó e uma pitada de pimenta-do-reino moída. Misture para incorporar os temperos e cubra com água quente.
Deixe cozinhar com a panela semi tampada até que a água comece a secar, depois tampe completamente, baixe a temperatura e deixa terminar o cozimento. O arroz deve ficar ligeiramente úmido.
Por último guarneça com azeitona e polvilhe com cheiro verde picadinho.
Para servir salpiquei um pouco mais de cubinhos de bacon (que fiz à parte no microondas*).

*Forre um prato com uma folha de papel toalha, distribua o bacon em cubinhos ou tiras, cubra com outra folha de papel toalha e leve ao microondas. Vá colocando 1 minuto por vez até atingir o ponto que deseja.
Essa é uma porção pequena, suficiente para duas pessoas.

Bom apetite!

Excelente semana a todos!!

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Bolo de Doce de Leite e Ameixa


Estava esquecendo de trazer essa receita delícia pra cá, combinação clássica para não dizer antiga, massa branca recheada com doce de leite e ameixa seca.
Esse foi para um chá de bebê que o pessoal do trabalho organizou para uma gravidinha bem especial, super aprovado.


Bolo de doce de leite e ameixa
(massa branca do livro Culinária de Todas as Cores - Bolos e Biscoitos)

- 175g de manteiga sem sal
- 175g de açúcar
- 175g de farinha de trigo
- 3 ovos grandes
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- raspas da casca de 1 laranja
- raspas da casca de 1 limão

Para o recheio: 
- 300g de doce de leite
- 200g de creme de leite fresco
- 200g de ameixa seca sem caroço picada*

Preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e forre o fundo de uma forma redonda com papel manteiga, usei de 20cm de lateral alta.
Bata todos os ingredientes no liquidificador ou à mão até ficar uniforme. A massa fica bem firme, eu acrescentei 1/4 de xícara de leite para ajudar a bater, mas só use se achar necessário, pois não vai na receita.
Coloque na forma e leve assar por aproximadamente 20-30 minutos ou até que o teste do palito saia limpo. Deixe esfriar na forma por 5 minutos, depois retire com cuidado e deixe esfriar sobre uma grade.

Para rechear misture o doce de leite, as ameixas e o creme de leite. Corte o bolo em três partes iguais, distribua o recheio e finalize polvilhando açúcar de confeiteiro. Usei fitas de coco para enfeitar, mas é opcional. 

*Eu misturei a ameixa picada com 1/2 xícara de água e 2 colheres de açúcar numa panelinha e levei ao fogo por cerca de 5 minutos, apenas para deixá-las com uma textura mais macia. Drenei essa mistura, juntei a ameixa no doce de leite e a calda que sobrou usei para regar o bolo.


Excelente semana a todos!!

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Cookies com gotas de Chocolate

O frio ainda está bem presente aqui no sul, gosto de ter biscoitos para acompanhar um chá ou café a qualquer hora do dia, aquece o corpo e a alma.
A Martha Stewart é a rainha dos cookies, nunca vi tantas opções. Esses são quase básicos, manteiga, açúcar mascavo e claro, gotas de chocolate!Usei chocolate ao leite e meio amargo, mas só porque tinha em casa e o rendimento é mega generoso.

Cookies com gotas de chocolate

- 2 e 3/4 xícaras de farinha de trigo
- 1 colher (chá) de fermento em pó
- 1 e 1/4 colheres (chá) de sal
- 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
- 1 e 1/4 xícaras de açúcar mascavo
- 3/4 xícara de açúcar cristal
- 1 e 1/4 xícaras de manteiga em temperatura ambiente
- 2 ovos grandes em temperatura ambiente
- 1 colher (chá) de essência de baunilha
- 4 e 1/2 xícaras de gotas de chocolate, usei 2 xícaras e achei mais que suficiente

Preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC. Forre duas assadeiras com papel manteiga.
Misture a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal, reserve.
Na batedeira, misture a manteiga com os açúcares até ficar claro e fofo. Junte os ovos, um de cada vez e adicione a baunilha.Reduza a velocidade da batedeira e acrescente a farinha batendo até combinar. Coloque as gotas de chocolate e misture para distribuir uniformemente.
Com ajuda de uma colher faça montinhos de massa, deixando cerca de 2cm entre cada um.
Asse por 15-17 minutos até dourar nas bordas. Deixe esfriar na assadeira por 5 minutos. Depois transfira para uma grade para esfriar completamente.


Excelente final de semana a todos!!

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

BC - 10 anos do NacoZinha Brasil

É com imenso prazer que participo da comemoração dos 10 anos do blog NacoZinha Brasil da Gina!
Não me recordo ao certo quando conheci o NacoZinha, acredito que tenha sido através de comentários em outros blogs, visitei sua pagina várias vezes, antes de deixar meu primeiro comentário por lá. Logo de início me chamou à  atenção a presença constante de flores no fechamento de suas postagens, sempre com uma bela imagem e detalhes sobre a espécie apresentada, um capricho.
Depois participamos com um grupo de blogueiras da Ciranda de Receitas, a Gina trouxe suas delícias para minha pagina e levei as minhas para a dela, sempre em uma troca rica e generosa.
Tive o prazer de conhecê-la pessoalmente no EG do ano passado, tão simpática e prestativa como imaginei que ela seria.
O NacoZinha não é um blog qualquer, é um compêndio sobre culinária, plantas e vários outros interesses, tudo feito com atenção, esmero e muita dedicação, aprendemos muito com o NacoZinha.
A Gina tem meu respeito e minha admiração!!
Quanto as receitas, fico impressionada com sua frequência nas postagens e seu conhecimento sobre os pratos, quando crescer quero ser assim também!rs
Outro dia mesmo fiz seus deliciosos scones de laranja, cranberry e cereja e mesmo com minha distração e errando o preparo da receita, ficou excelente, imagina como a fonte é confiável.


Scones de laranja, cranberry e cereja

- 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
- 1/8 xícara de farinha de trigo para polvilhar as frutas secas, não usei
- 1/4 xícara de açúcar
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 1 pitada de sal
- 1/2 colher (sopa) de raspas de laranja, usei raspas de 1 laranja
- 170g de manteiga gelada, usei 160g
- 1 ovo extragrande
- 1/2 xícara de creme de leite, usei creme de leite fresco
- 1/2 xícara de cranberries secas, juntei + 1/4 xícara de cerejas desidratadas
- 1 ovo batido com 1 colher (sopa) água para pincelar
- 1/4 xícara açúcar de confeiteiro + 2 colheres (chá) de suco de laranja para confeitar

Preparo:

Numa tigela misture a farinha, o açúcar, o fermento, o sal e as raspas de laranja, friccione entre as palmas das mãos para que as raspas liberem seu sabor e aroma.
Acrescente a manteiga gelada cortada em cubinhos, continue misturando com as mãos desmanchando ligeiramente a manteiga. Adicione o ovo e a manteiga (aqui aconteceu algo interessante, esse ovo não constava na receita quando a preparei, algo que até então tinha passado despercebido à Gina, que repassando a receita, corrigiu prontamente...resumindo, eu não usei o ovo e o resultado foi ótimo, deixo a critério de vocês, usá-lo ou não).
Adicione as cranberries e as cerejas, misture distribuindo bem as frutas, forme uma bola com a massa.
Coloque em uma superfície enfarinhada, abra a massa com as mãos (se preferir use um rolo) até espessura de 2cm. Corte os bolinhos com um cortador enfarinhado (usei retangular) e distribua-os sobre uma assadeira forrada com papel manteiga.
Bata o ovo com a água e pincele bem os bolinhos. Leve assar em forno preaquecido a 180ºC por 25-30 minutos ou até dourar ligeiramente.
Deixe esfriar sobre uma grade. Depois de totalmente frios, misture o açúcar de confeiteiro com o suco de laranja e confeite a superfície dos scones.

Parabéns Gina, vida longa ao NacoZinha Brasil!!


quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Pão Australiano com Fermentação Natural

Estou tão apaixonada pela arte de fazer pães, que se dependesse de mim, faria uma receita por dia!
E explodiria comendo pães! kkkk
Por enquanto me contento em produzir uma fornada por semana, experimentando receitas e tipos de pães diferentes, é de enlouquecer, afinal as opções são infinitas.
Dessa vez provei o famoso pão astraliano, sim, o mesmo daquela conhecida cadeia de restaurantes. Fiz em duas versões, a tradicional, de casca macia e o rústico, com casca crocante, ambos deliciosos, de interior macio, ligeiramente doce e perfumado.

Pão australiano com fermento natural

- 350g de farinha de trigo branca
- 100g de farinha de trigo integral
- 50g de centeio
- 1 colher (sopa) de açúcar mascavo
- 1 colher (sopa) de cacau em pó, usei 100%
- 1 colher (sopa) de leite em pó
- 1 ovo
- 1/2 xícara de mel
- 15g de manteiga
- 1/2 colher (chá) de sal
- 300ml de água
- 200g de fermento natural - levain

Preparo:
Misture as farinhas e a água até formar uma bola, reserve por 2 horas na geladeira (autólise).
Adicione os demais ingredientes, menos o sal. Sove até atingir o ponto de véu, usei a mfp para sovar.
Por último acrescente o sal e sove por mais 2-3 minutos.
Deixe descansar por 30 minutos. Faça quatro séries de dobras na massa, com intervalo de 30 minutos entre cada série, totalizando 2h.
Modele os pães, distribua-os nas formas, polvilhe-os com fubá, cubra e deixe fermentar até que cresçam 2/3 do tamanho inicial. Meus pães fermentaram na geladeira por uma noite e cerca de mais 4 horas em temperatura ambiente. Asse a 200ºC.
Para fazer a versão rústica, deixe a massa modelada crescer num cesto próprio. Aqueça uma panela de ferro com tampa a 250ºC por 30 minutos, passe a massa para a panela e asse por 25 minutos, retire a tampa e asse por mais 20 minutos, reduzindo a temperatura para 200ºC.

Rend. 3 pães médios

Os pães feitos com fermento natural não obedecem regras específicas, os tempos descritos nas receitas servem apenas para orientação.



Excelente semana a todos!!

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Arroz com Mix de Quinoa

Nem posso dizer que hoje tem receita, o que tem é uma sugestão para inserir a quinoa de maneira simples e prática na nossa alimentação.
A quinoa é um grão muito rico, conhecida como "grão de ouro", é um alimento muito nutritivo e considerado o mais completo do reino vegetal.
Cozinhar o grão junto com o arroz, deixa esse prato do dia a dia mais saudável e apetitoso. Os grãos não tem nenhum sabor específico, ficam crocantes e visualmente graciosos.
Usei um mix de quinoa branca, preta e vermelha, a proporção fica a teu critério, para uma xícara de arroz, adicionei 1/4 de xícara de quinoa. Refoguei junto com o arroz e usei a quantidade de água de sempre.
Aqui em casa gostamos muito do resultado e já preparei mais de uma vez. 
Experimente!!


Excelente semana a todos!!

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Pão Multigrãos com Fermentação Natural

Cada nova receita de pão com fermentação natural que preparo, resulta no meu novo preferido, acho que viciei mesmo! ;D
Esse é maravilhoso, casca crocante recoberta com sementes e miolo macio cheio de grãos saudáveis e saborosos, uma maravilha para os olhos e o paladar.
As proporções que passo aqui podem ser alteradas para mais ou para menos, sempre respeitando uma margem de porcentagem entre os ingredientes para que a receita funcione. Em breve farei uma postagem falando melhor sobre isso.

Pão multigrãos

- 250g de farinha de trigo
- 75g de farinha de trigo integral
- 50g de farinha manitoba (farinha com alto teor proteico, mais forte), se não encontrar, aumente as quantidades das farinhas acima até completar o total de 375g
- 235g de água ligeiramente morna
- 190g de fermento natural (levain)
15g de açúcar demerara
- 8g de sal
- 40g de sementes tostadas, usei linhaça dourada, gergelim branco e preto e chia 
- cerca de 1 xícara de sementes variadas para cobrir o pão, opcional

Preparo:
Misture as farinhas e a água até formar uma massa uniforme. Reserve por 2h na geladeira (autólise).
Adicione o fermento e o açúcar e sove bem. Usei a máquina de pão para sovar, cerca de 15 minutos. Junte o sal e os grãos (tostados e frios) e sove por mais 2-3 minutos.
Passe a massa para uma tigela untada com azeite de oliva e deixe descansar por 30 minutos.
Depois desse tempo inicie as dobras (dobrar a massa sobre ela mesma cerca de 4x), deixe descansar novamente por 30 minutos. Repita esse processo mais 3 vezes, com intervalos de 30 minutos, totalizando 2h.
Modele a massa*, coloque-a no cesto de fermentação e deixe cerca de 2h em temperatura ambiente (TA).
Leve à geladeira de um dia para o outro. Retire, confira o crescimento e se necessário deixe fermentar em TA até que tenha crescido 2/3 do tamanho inicial.
Aqueça o forno a 250ºC por 30 minutos com a panela tampada dentro. Transfira a massa para a panela, faça um corte na superfpicie da massa, tampe e asse por cerca de 20 minutos. Retire a tampa, reduza a temperatura para 230ºC e asse por mais 20 minutos, baixe novamente para 180ºC e deixe até a cor desejada.

*Para fixar os grãos no pão, borrife levemente sua superfície e role-o sobre uma mistura de grãos de sua preferência. Eu misturo os grãos numa travessa rasa e viro o pão sobre ela, depois coloco no cesto com os grãos virados para baixo, o peso da massa fará o resto.

A foto inicial é de um pão oval, esse é um redondo, mesma receita, formatos diferentes, ambos deliciosos!

Excelente semana a todos!!

terça-feira, 31 de julho de 2018

Bolo de Capim Cidreira

Simplicidade e gostosura na mesma forma, esse bolo é tudo de bom! Extremamente macio, sabor suave do capim cidreira e super fácil de fazer!
Se você gosta de capim cidreira, capim santo ou capim limão como também é conhecido, vai amar essa receita, experimente só pra ver.
Ahh...e o bolo fica verdinho, tirei a foto na bancada com sol e ele parece amarelinho, sqn!

Bolo de capim cidreira
(ligeiramente adaptado daqui)

- 250 ml de leite, usei 200ml de leite e 50ml de iogurte natural
- 15 a 20 folhas frescas de capim cidreira, aproximadamente
- 3 ovos
- 2 xícaras de açúcar, usei 1 e 1/2 xícaras
- 1/2 xícara de óleo
- 2 xícaras de farinha de trigo
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- açúcar de confeiteiro para polvilhar, opcional

Preparo:
Unte e enfarinhe uma forma de furo central. Reserve. Preaqueça o forno a 180ºC.
No liquidificador bata o leite com as folhas de capim cidreira (anteriormente higienizadas).
Coe a mistura e volte o leite para o liquidificador. Junte os ovos e bata bem. Coloque o restante dos ingredientes, menos o fermento e bata novamente até ficar homogêneo.
Adicione o fermento e bata ligeiramente ou se preferir, apenas misture.
Despeje na forma preparada e leve assar por 35-40 minutos ou até o teste do palito sair limpo.
Deixe esfriar e polvilhe com açúcar de confeiteiro.


Ótima semana!

sexta-feira, 27 de julho de 2018

Pão Doce de Fermentação Natural com Ricota, Limão Siciliano e Geleia de Frutas Vermelhas


Tem dias (geralmente aos sábados) que fico bem animada na cozinha, passo o dia todo entre farinhas e receitas...uma delícia de terapia...principalmente se tem final feliz! ;D
Num desses dias, entre outras fornadas, saiu um pão doce de fermentação natural, recheado com ricota, limão siciliano e uma geleia caseira de frutas vermelhas. Para finalizar uma nuvem de açúcar de confeiteiro. A receita adaptei de outra já mostrada aqui.

Pão doce com ricota, limão siciliano e geleia de frutas vermelhas

- 250g de farinha de trigo
- 1/2 xícara de leite
- 2 colheres (sopa) de açúcar
- 1 ovo
- 1/2 colher (chá) de sal
- 1/2 colher (sopa) de manteiga
- 75g de fermento natural (levain) ou 1 e 1/2 tabletes de fermento biológico fresco
-1 gema para pincelar
-açúcar de confeiteiro para polvilhar

Para o recheio: 

- 120g de ricota esfarelada
- 1/8 xícara de açúcar refinado
- suco de 1/2 limão siciliano
- raspas da casca de 1 limão siciliano
Amasse tudo muito bem, até formar uma pastinha

Preparo:

Misture todos os ingredientes, sove a massa até que fique homogênea, usei a mfp.
Deixe crescer até dobrar de volume. Como usei fermento natural, deixei a massa fermentando de um dia para o outro. Depois de crescida, abaixe a massa com os punhos, abra-a com ajuda de um rolo, espalhe a geleia de frutas vermelhas (ou de sua preferência) e por cima distribua a pasta de ricota.
Enrole como rocanbole, junte as extremidades, formando uma rosca grande, pincele com a gema e deixe descansar por 15 minutos, com o levain, deixei por 1h.
Leve para assar em forno preaquecido a 200ºC por aproximadamente 30 minutos ou até dourar.
Aguarde esfriar e polvilhe com o açúcar de confeiteiro.

Ótimo final de semana a todos!!

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Risoto de Abobrinha com Ricota, Nozes e Hortelã

Muito bem-vindo, risoto está entre meus pratos preferidos, fácil, eclético e sempre saboroso!Adoro!!
Essa sugestão é mais uma da Rita Lobo, sou fã de carteirinha e gosto de tudo que ela apresenta, então vamos a receitinha que não tem segredo nenhum, além da clássica e deliciosa combinação de ingredientes.

Risoto de abobrinha com ricota, nozes e hortelã

- 2 xícaras de arroz para risoto
- 2 abobrinhas
- 1 cebola pequena
- 1,5l de caldo de legumes caseiro
- 1/2 xícara de vinho branco
- 2 xícaras de ricota esfarelada (cerca de 300g)
- 1/2 xícara de nozes tostadas e picadas grosseiramente
- ramos de hortelã
- sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
- azeite qt baste
- 1 colher (sopa) de manteiga

Preparo:
Higienize as abobrinhas, corte-as ao meio no sentido do comprimento e as metades em meias-luas.
Lave e seque as folhas de hortelã. Reserve.
Leve uma frigideira ao fogo médio, coloque cerca de 1/2 colher (sopa) de azeite e junte metade das abobrinhas, tempere com sal e pimenta, deixando-as dourar dos dois lados.
Transfira para uma tigela e repita o procedimento com o restante das abobrinhas, adicionando mais azeite, se necessário. Reserve.
Numa panela, leve o caldo ao fogo médio e mantenha-o aquecido.
Leve uma panela média ao fogo, regue com 1 colher (sopa) de azeite, junte a cebola picada, tempere com sal e refogue até murchar. Adicione o arroz e misture bem para envolver todos os grãos no azeite.
Tempere com sal e pimenta-do-reino. Regue com o vinho e mexa até secar.
Adicione cerca de 2 xícaras do caldo e misture bem. Deixe cozinhar, mexendo de vez em quando para não grudar. Repita o procedimento, adicionando mais caldo toda vez que o anterior secar.
Acrescente metade das abobrinhas grelhadas e junte o caldo restante até que o risoto fique al dente, ou seja, cozido, mas ainda durinho no centro.
O risoto deve ficar bem úmido, por isso não deixe secar totalmente na última adição de caldo.
Desligue o fogo, misture a manteiga, metade da ricota e metade das folhas de hortelã.
Sirva porções guarnecidas com o restante das abobrinhas, uma colherada de ricota, nozes picadas e folhas de hortelã.


Uma excelente semana a todos!!

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Quatre-Quarts Au Chocolat

Quatre-quarts é um bolo clássico francês, significa quatro quartos, que leva quatro ingredientes todos na mesma proporção e cada qual representa um quarto da receita.
Reduzi a receita para adaptá-la à quantidade de chocolate disponível em casa, você escolhe como fazer. O uso de chocolate em barra deixa o sabor e a textura especiais!

Quatre-quarts au chocolat
(do livro Gâteaux de maman)

- 200g de chocolate, usei 120g de chocolate meio-amargo
- 200g de manteiga sem sal, usei 120g
- 200g de farinha de trigo, usei 120g
- 200g de açúcar refinado ou de confeiteiro, usei 120g
- 4 ovos, usei 3
- 2 colheres (café) de fermento químico em pó
- 1/2 colher (café) de extrato de baunilha
- 1 pitada de sal

Preparo:
Unte e enfarinhe uma forma de bolo inglês, forrei parcialmente com papel manteiga.
Preaqueça o forno a 180ºC.
Derreta o chocolate com a manteiga no microondas ou banho-maria, reserve. Numa tigela, misture a farinha e o fermento. Em outra tigela, bata os ovos com o açúcar e o extrato de baunilha, agregue a mistura de chocolate e manteiga e mexa bem.
Junte essa mistura de chocolate e ovos com a de farinha e fermento e misture para homogeneizar.
Despeje na forma preparada e leve ao forno por 30-35 minutos aproximadamente ou até o teste do palito sair limpo.


Excelente semana a todos!!

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Pão Sovado com Fermento Natural



Essa receita de pão sovado, rende um pão extremamente macio, a prova de que com fermento natural podemos fazer qualquer tipo de pão, do rústico e cascudo ao tradicional e macio.


Pão Sovado
(adaptada dos arquivos do grupo Levain, receita Aline G.)

- 4 colheres (sopa) de açúcar
- 1/2 colher (sopa) de sal
- 1 colher (sopa) manteiga
- 100ml de leite morno
- 100ml de água
- 3 e 1/2 a 4 xícaras de farinha de trigo aproximadamente
- 200g de fermento natural (levain)
- 1 ovo

Preparo:

Usei mfp para sovar. Coloque a farinha aos poucos, tanto se fizer na máquina ou à mão.
Deixe crescer por 2 horas. Abra com ajuda de um rolo, modele os rolinhos.
Coloque na forma ligeiramente untada e deixe fermentar novamente até que dobre de volume.
Pode levar de 4 a 8h para crescer.
Preaqueça o forno a 200ºC. Asse por 40-45 minutos ou até que doure bem.
Assim que sairem do forno, pincele-os com manteiga (última foto).

Rendeu um pão de forma grande e mais um pão pequeno.





Ótimo final de semana a todos!!

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Scones de Laranja, Cranberry e Cereja

Bolinhos oriundos do Reino Unido, os scones são como pães rápidos ou quick bread (que não utilizam fermento biológico). São práticos e deliciosos, preparados em porções individuais e levemente adoçados, combinam perfeitamente com uma xícara de chá ou café.

Scones de laranja, cranberry e cereja
(ligeiramente adaptados daqui)

- 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
- 1/8 xícara de farinha de trigo para polvilhar as frutas secas, não usei
- 1/4 xícara de açúcar
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 1 pitada de sal
- 1/2 colher (sopa) de raspas de laranja, usei raspas de 1 laranja
- 170g de manteiga gelada, usei 160g
- 1 ovo extragrande
- 1/2 xícara de creme de leite, usei creme de leite fresco
- 1/2 xícara de cranberries secas, juntei + 1/4 xícara de cerejas desidratadas
- 1 ovo batido com 1 colher (sopa) água para pincelar
- 1/4 xícara açúcar de confeiteiro + 2 colheres (chá) de suco de laranja para confeitar

Preparo:

Numa tigela misture a farinha, o açúcar, o fermento, o sal e as raspas de laranja, friccione entre as palmas das mãos para que as raspas liberem seu sabor e aroma.
Acrescente a manteiga gelada cortada em cubinhos, continue misturando com as mãos desmanchando ligeiramente a manteiga. Adicione o ovo e a manteiga (aqui aconteceu algo interessante, esse ovo não constava na receita quando a preparei, algo que até então tinha passado despercebido à Gina, que repassando a receita, corrigiu prontamente...resumindo, eu não usei o ovo e o resultado foi ótimo, deixo a critério de vocês, usá-lo ou não).
Adicione as cranberries e as cerejas, misture distribuindo bem as frutas, forme uma bola com a massa.
Coloque em uma superfície enfarinhada, abra a massa com as mãos (se preferir use um rolo) até espessura de 2cm. Corte os bolinhos com um cortador enfarinhado (usei retangular) e distribua-os sobre uma assadeira forrada com papel manteiga.
Bata o ovo com a água e pincele bem os bolinhos. Leve assar em forno preaquecido a 180ºC por 25-30 minutos ou até dourar ligeiramente.
Deixe esfriar sobre uma grade. Depois de totalmente frios, misture o açúcar de confeiteiro com o suco de laranja e confeite a superfície dos scones.

Rend. 12 unidades


Excelente semana a todos!!

terça-feira, 3 de julho de 2018

Pão de Abóbora Cabotiá e Mel com Fermentação Natural

Coisa linda de viver esses pães rústicos de fermentação natural, estou apaixonada, a aparência, a crocância da casca, a textura do miolo, o aroma e o sabor me encantam completamente!
E essa receita em especial leva meu ingrediente favorito...abóbora!
Não deixe de experimentar essa sugestão, você vai amar. ;D

Pão de abóbora cabotiá e mel com fermentação natural
(ligeiramente adaptada do grupo Levain- Aline Galle)

- 350g de farinha de trigo, aproximadamente (comece com 300g)
- 120g de farinha manitoba*
- 280g de água gelada
- 180g de abóbora cabotiá assada e amassada
- 120g de fermento natural (levain)
- 40g de mel
- 8g de sal

Preparo:
Misture as farinhas com a água e deixe na geladeira por 2h, isso se chama autólise.
Após esse período, adicione o fermento, a abóbora e o mel e sove por aproximadamente 15 minutos ou até atingir o ponto de véu. Junte o sal e sove por mais 2 minutos. Usei a mfp para sovar.
Deixe a massa descansar por 30 minutos. Depois desse tempo faça uma série de quatro dobras na massa, levando as bordas para o centro. Repita esse processo 4x, com intervalos de 30 minutos, totalizando 2h.
Após a última série de dobras, deixe descansar por 30 minutos. Modele e coloque no cesto de fermentação. Leve à geladeira por 8h. Retire e observe o crescimento da massa, se creceu 1/3 do seu tamanho inicial, pode ir ao forno, caso contrário, deixe em temperatura ambiente (TA) até que complete a fermentação.
Aqueça o forno a 250ºC com a panela tampada dentro (uso panela de ferro). Retire o pão do cesto, faça cortes na superfície (use a referência que preferir), coloque na panela forrada com papel antiaderente (uso Dover) ou polvilhada com fubá, tampe para gerar vapor e leve ao forno. Após 30 minutos retire a tampa da panela, baixe a temperatura para 200ºC e asse por mais 20-30 minutos ou até atingir a cor desejada.

* Originário do Canadá, o trigo utilizado na farinha manitoba possui alto teor de glúten, resultando em uma farinha com mais força e resistência, ideal para processos de panificação de longa fermentação.  

O sabor da abóbora não fica perceptível, já o mel aparece de forma sutil e agradável e a cor, ahh, a cor é maravilhosa!  




Excelente semana a todos!!