terça-feira, 24 de março de 2015

Talharim ao Sugo com Mini Porpetas!


Como boa descendente de italianos (e outras várias misturinhas, rs), adoro uma massa...simples, suculenta e bela!
Mesmo que não fosse nadinha italiana, seria difícil resistir às delícias que essa cozinha oferece, não concordam?!
Aqui apresento um talharim ao sugo, com mini porpetas, manjericão fresco e lascas de parmesão!

Talharim ao sugo e mini porpetas

Para as mini porpetas ou almôndegas, usei 250g de patinho moído, 3 colheres de farinha de pão e uma combinação de temperos.
No processador coloque, 1/2 cebola, 2 dentes de alho, cebolinha verde e folhas de salsa a gosto.Triture bem até virar uma pastinha.
Tempere a carne com essa mistura, junte a farinha de pão, sal e pimenta do reino a gosto, noz moscada ralada e uma pitadinha de cominho em pó, misture bem e faça pequenas bolinhas.
Forre uma assadeira com papel alumínio, disponha as bolinhas de carne, regue com um fiozinho de azeite e leve ao forno até que dourem ligeiramente, reserve.

Para o molho, em uma panela alta leve um fio de azeite para aquecer, refogue cebola e alho picados a gosto.
Descasque os tomates, descarte as sementes e pique a polpa, ou use 1 lata de tomates pelados. Adicione os tomates na panela, tempere com sal, um pouquinho de orégano seco e uma pitada de açúcar (eu sempre acrescento um pouco de água no início do processo para ajudar no cozimento dos tomate), deixe cozinhar lentamente até que os tomates desmanchem e formem um molho espesso.
Junte as porpetas reservadas ao molho, acrescente folhas de manjericão fresco e deixe cozinhar para tomar gosto.
Enquanto isso cozinhe o macarrão em água e sal até ficar al dente, escorra e monte o prato.
Coloque uma porção de massa, distribua generosamente molho com mini porpetas por cima, mais folhas de manjericão fresco e lascas e raspas de parmesão.

Bom apetite!!


Uma maravilhosa semana a todos!!

sexta-feira, 20 de março de 2015

Pão Naan com Ervas!


Essa sugestão estava guardadinha esperando a oportunidade de aparecer aqui, não gostei das fotos, por isso acabei protelando um pouco a hora de mostrá-la.
O resultado, no entanto, é ótimo, um pão chato saboroso e crocante, perfeito para ser degustado com patês e afins ou mesmo para comer puro, pricipalmente se pincelado com manteiga e acrescido de temperinhos e ervas antes de assar.

Pão naan
(adaptado do livro 200 receitas de Pães Tentadores - Joanna Farrow)

- 275g de farinha de trigo
- 1 colher (chá) de sal
- 1 colher (chá) de açúcar
- 1 colher (chá) fermento biológico instantâneo
- 4 colheres (sopa) de iogurte natural
- 25g de manteiga
- 1 colher (sopa) de óleo
- cerca de 100ml de leite
- uma mistura de alho, cebola e salsa desidratada ou outros temperos secos a gosto

Modo de preparo:

Usei a mfp para sovar, colocando os ingredientes conforme a instrução do fabricante e escolhi a opção 8 (massa).
Para fazer à mão, misture a farinha, o açúcar e o sal, junte o fermento e misture.
Acrescente o iogurte, a manteiga, oléo e o leite aos poucos, misturando até obter uma massa lisa e homogênea. Sove bem.
Abra a massa, espalhe as ervas secas escolhidas, faça uma bola com a massa, coloque-a em uma superfície untada com pouco de óleo, cubra com papel fime e deixe crescer até quase dobrar de tamanho.
Daqui em diante qualquer um dos métodos escolhido segue igual.
Depois da massa crescida, sove-a de novo, divida-a em oito partes iguais e abra-as em formato de gota* (com cerca de 4mm de espessura).
Coloque-os sobre uma superfície enfarinhada, cubra com papel filme e deixe crescer por aproximadamente 25 minutos. Preaqueça o forno ao máximo que alcançar (o meu é 255ºC), pincele as massas com manteiga** e asse os pães até ficarem com manchas douradas.

*O formato de gota é o mais tradicional, mas também opcional.
**Em alguns pães, depois de pincelar com manteiga derretida, salpiquei a mesma mistura desidratada de alho, salsa e cebola e folhinhas frescas de manjericão.

O pão naan é um típico pão indiano que serve como acompanhamento para qualquer refeição, tradicionalmente assado em um tandoor, uma espécie de forno "enterrado".


No dia seguinte usei um dos pães que sobraram como base de pizza, ficou deliciosamente crocante!


Um excelente final de semana a todos!!

terça-feira, 17 de março de 2015

Bolinho de Arroz da Rita Lobo!


Já mostrei meu bolinho de arroz aqui e com certeza a maioria tem sua própria receita ou versão desse petisco, mas resolvi experimentar o modo de preparo da Rita Lobo, a cebola bem caramelizada, legume e cheiro verde passados no azeite e a apresentação tipo hambúrguer me instigaram a testar.
O resultado é muito bom, a cebola bem douradinha faz toda diferença no sabor e a apresentação, além de graciosa, aumenta a superfície crocante! ;)

Bolinho de arroz

- 3 xícaras de arroz branco cozido
- 1 cebola picada em meia lua
- 1/2 cenoura ralada no ralo grosso
- 1/4 xícara de salsa e cebolinha verde picadas, ou quantidade a gosto
- 2 colheres (sopa) de azeite
- 3 ovos
- 4 colheres (sopa) de amido de milho (maisena)
- 1/2 xícara de queijo parmesão ralado
- sal e pimenta do reino a gosto
- óleo para untar a frigideira

Modo de preparo:

Leve ao fogo baixo uma frigideira média (de preferência antiaderente), regue com as 2 colheres de azeite e junte a cebola picada em meia lua.Tempere com uma pitada de sal e deixe refogar por 15 minutos, mexendo de vez em quando, até dourar bem.
Transfira a cebola dourada para uma tigela grande, junte o arroz cozido, misture e reserve.
Na mesma frigideira, coloque mais um fio de azeite, acrescente a cenoura ralada e refogue por 2 minutos em fogo médio.Junte a salsinha e a cebolinha picadas, mexa e desligue o fogo.
Junte esse refogado ao arroz e misture bem.
Acrescente o queijo ralado, corrija o sal se necessário.Adicione os ovos e o amido de milho, misture muito bem.
Limpe a frigideira com papel toalha e leve ao fogo médio. Ao aquecer, regue com óleo (usei azeite), apenas um fio generoso para cobrir o fundo.
Adicione uma colher bem cheia da mistura de arroz e achate levemente com as costas da colher (no formato de um hambúrguer) - não precisa ficar perfeito, rústicos ficam ainda mais bonitos.
Faça de 1 a 2 bolinhos por vez, deixando espaço entre cada um para não grudarem (eu coloquei de 3 a 4 bolinhos por vez e foi tranquilo, mas depende do tamanho da frigideira que estiver usando).
Deixe cozinhar por cerca de 2 minutos ou até que doure, vire com uma espátula para dourar do outro lado.
Os bolinhos ficam sequinhos e nada encharcados, já que a quantidade de óleo ou azeite é mínima (por isso usar uma frigideira antiaderente é melhor), mas ao transferir os bolinhos, forre a travessa com papel toalha para tirar qualquer vestígio.
Sirva a seguir ainda quentes.

Aqui em casa funcionaram com uma refeição, acompanhados por uma salada de alface Angelina, regada com azeite de oliva e vinagre de pera.


Uma excelente semana a todos!!

sexta-feira, 13 de março de 2015

Bolo de Cenoura, Maçã e Noz Pecã!



Um belo bolo é como o sol, nos inunda de calor e alegria!
E a vontade de comer uma fatiazinha de bolo com café faz a gente encontrar um tempinho na rotina do dia a dia e fugir pra cozinha, essa sugestão encontrei em um dos muitos passeios por blogs de culinária, sempre tão cheios de novidades e fotos tentadoras...sucumbi fácil!
A receita produz um bolo de família, rs...grande e bonito, macio, cheiroso e enriquecido com fruta fresca, legume e nozes.

Bolo de cenoura, maçã e noz pecã
- 4 ovos
- 2 xícaras de açúcar (usei 1 e 1/2 xícaras)*
- 1 xícara de óleo (usei 2/3 de xícara)
- 2 xícaras de farinha de trigo
- 1 xícara de nozes e pinhões picados grosseiramente (usei apenas noz pecã)
- 1 maçã picada em cubos pequenos
- 2 cenouras médias raladas
- 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
- 1 colher (chá) de fermento em pó


Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe um forma de furo central de 22cm.
Na batedeira bata os ovos com o açúcar até ficar cremoso e esbranquiçado. Adicione e óleo e bata mais um pouco. Junte a farinha, o fermento e o bicarbonato e envolva bem.
Por último acrescente as nozes, as cenouras raladas e a maçã picada.
Coloque a massa na forma, leve ao forno e asse por aproximadamente 40 minutos ou até o teste do palito sair limpo.

* Na próxima vez usarei açúcar mascavo.


Resultado bonito e saudável!

Excelente final de semana a todos!!

terça-feira, 10 de março de 2015

Batata Acebolada!


Vocês podem pensar que falo a mesma coisa sobre todas as receitas que trago aqui, que são na sua maioria, simples e fáceis de preparar.
Mas é verdade!! 
Minha profissão não tem absolutamente nada a ver com culinária, nunca fiz nenhum tipo de curso ou formação nessa área e nem "dom" eu tenho, rs.
Com toda uma vida rolando a minha volta, trabalho, estudo, casa, filho, academia, lazer, família e ainda querer testar e experimentar uma lista gigante de novidades e coisas boas na cozinha...fica fácil entender porque busco receitas simples e fáceis de fazer, não eh?!
Claro que ás vezes quero preparar algo mais elaborado, complexo e até demorado, mas isso fica para dias tranquilos, em que o tempo não é contado.
Toda essa conversa para apresentar mais uma sugestão super simples, um acompanhamento fácil de fazer, mas não menos saboroso.

Batata acebolada

- 500g de batatas
- 3 colheres (sopa) de óleo
- 1 cebola bem picadinha
- sal
- salsa e cebolinha para polvilhar

Modo de preparo:

Descasque as batatas, corte em cubos médios e cozinhe em água e sal, até ficar al dente.
Escorra e reserve. Em uma frigideira, coloque o óleo para aquecer, junte a cebola e frite bem.
Coloque a batata na frigideira e mexa. Desligue o fogo e passe para uma travessa.
Polvilhe o cheiro verde e sirva.


Ótima semana a todos!!