terça-feira, 21 de maio de 2019

Bolo de Banana com Farofa de Nozes

Bolo simples com um toque especial, esses são meus preferidos (bolo de fubá é "hors concours"), vale uma fruta, uma calda, uma farofa, uma especiaria, um ingrediente que dê um diferencial...amo!
Essa receita se enquadra em vários desses tópicos, banana, canela, nozes, tudo combinado de um jeito delicioso...imperdível!


Bolo de banana com farofa de nozes
(adaptado do Streusel Banana Bread - Martha Stewart)

- 1 e 1/2 xícara de farinha de trigo
- 1 xícara de açúcar cristal
- 3/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
- 1/4 colher (chá) de sal
- 2 ovos grandes em temperatura ambiente
- 1/3 xícara de leitelho, usei iogurte de kefir
- 1 colher (chá) de extrato de baunilha, usei essência caseira
- 3 bananas bem maduras amassadas
- 110g de manteiga amolecida

Para a farofa (streusel):

- 6 colheres (sopa) manteiga sem sal
- 1/3 xícara açúcar mascavo
- 3/4 xícara de farinha de trigo
- 1 colher (chá) de canela em pó
- 1/2 colher (chá) de sal
- 1/2 xícara de nozes picadas, usei avelã, castanha e amêndoa

Preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de bolo inglês, reserve.
Primeiro faça a farofa, misturando a farinha, a canela, o açúcar e o sal. Junte a manteiga e misture com as mãos até que pequenos grumos se formem de maneira uniforme, acrescente as nozes. Reserve.
Numa tigela grande misture a farinha, o bicarbonato e o sal. Em outra tigela misture a manteiga, o açúcar, os ovos, a baunilha e o iogurte, acrescente as bananas e mexa bem.
Combine a mistura de banana com a de farinha até ficar homogênea.
Despeje metade da massa na forma preparada, distribua metade da farofa por cima, cubra com o restante da massa e em seguida polvilhe o restante da farofa.
Leve ao forno por aproximadamente 1h e 15 minutos ou até que o teste do palito saia limpo.
Deixe esfriar por 10 minutos na forma, retire e deixe esfriar completamente sobre uma grade.

Delicie-se!!

Excelente semana a todos!!


sexta-feira, 10 de maio de 2019

Sopa Picante de Milho Verde e Coco

Em pleno outono as temperaturas continuam altas por aqui, o que não nos impede de iniciar o preparo de caldos, sopas, cremes, chás e afins.
Queria muito provar uma sugestão de sopa apimentada de milho verde e coco que vi no instagram, infelizmente a receita só está disponível para assinantes. Me baseando na breve descrição do post e na foto, criei minha versão, modéstia à parte, ficou incrível.

Sopa picante de milho verde e coco

- 6 espigas de milho verde debulhadas cruas
- 2 mandioquinhas ou batata-salsa cozidas
- 1 cebola média
- 2 colheres de azeite
- 5 xícaras de caldo de legumes feito em casa, aproximadamente (cozinhei a batata-salsa junto)
- sal e pimenta-do-reino a gosto
- 1/2 colher (café) de pimenta calabresa seca
- cheiro verde, usei cebolinha e folhas de salsa
- amendoim salgado torrado
- flocos de coco sem açúcar tostados, distribuí numa assadeira e levei ao forno, mexendo de vez em quando para dourarem por igual.

Preparo:

Numa panela, coloque 1 colher (sopa) de azeite e doure a cebola. Reserve.
No liquidificador, coloque 2 xícaras do caldo de legumes, metade do milho verde, a mandioquinha cozida e a cebola já dourada. Bata a mistura até ficar homogênea.
Na mesma panela que dourou a cebola, adicione mais 1 colher de azeite, o restante do milho cru, a mistura do liquidificador e o restante do caldo (observe a consistência, se preferir mais grossa não use todo o caldo). Tempere com sal, pimenta-do-reino e a pimenta calabresa (cuidado para não deixar picante demais e acabar encobrindo os outros sabores).
Cozinhe em fogo brando até que o milho esteja macio. 
Na hora de servir, coloque a sopa no prato, distribua flocos de coco tostados por cima, um punhado de amendoins e cheiro verde a gosto.

Excelente final de semana a todos!

Feliz dia a todas as mães. Que em seus caminhos sempre existam flores!!

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Pão 100% Integral

Pão já sem um dos gomos, rs...quase não consigo foto.

Eu poderia me transformar numa padeira da noite para o dia se fosse tão simples quanto um estalar de dedos, mas a vida não é um filme da Marvel, rsrs...não resisti, adoro esse universo do entretenimento!
Sei que muitas pessoas preferem pão com farinha integral ao invés da branca, por uma série de razões, mas nem sempre conseguem um bom resultado num pão 100% integral, que tende a ser mais pesado e massudo, claro, estou falando de pães caseiros, sem nenhum aditivo químico.
Tenho testado algumas receitas nessa linha, meu filho que não aprecia os "cascudos" feitos com levain, passou a apreciar não só os macios tradicionais de farinha branca, mas também os integrais, o que me inspira a experimentar novas opções.
Enquanto isso, usei minha receita, simples, prática e imbatível, convertendo-a num pão 100% integral e o resultado não poderia ser melhor, um pão macio, aromático e mais nutritivo.

Pão 100% integral

- 1 ovo
- 200ml aproximadamente de leite ou água, nesse usei água
- 3 xícaras de farinha de trigo integral aproximadamente*, usei orgânica
- 1 colher (sopa) de açúcar
- 1 colher (chá) de sal
- 2 colheres (sopa) de azeite de oliva + 1 colher para adicionar durante a sova
- 1 colher (sopa) de fermento biológico seco

Preparo:
Num copo medidor, coloque o ovo e complete com água até atingir 200ml.
Numa tigela, coloque o conteúdo do copo, junte a farinha (não tudo de uma vez), o açúcar, o sal, o fermento e 2 colheres do azeite. Misture tudo até formar uma bola, junte a última colher de azeite e sove até a massa ficar macia e homogênea, de 10-15 minutos. Usei a mfp para sovar, ciclo "massa".
Deixe em local tampado até dobrar de volume. Tire o ar da massa, modele o pão e coloque numa forma própria, ligeiramente untada.
Deixe crescer novamente até dobrar de volume.
Asse em forno preaquecido a 200ºC por 35-45 minutos ou até que doure.
Deixe esfriar sobre uma grade.

*A quantidade da farinha pode variar de acordo com a marca que estiver usando, se precisar use mais ou menos farinha do total pedido na receita, se a massa estiver muito seca acrescente mais água, um pouquinho de cada vez.

Excelente semana a todos!!

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Cookies de Cheesecake para a Páscoa

Cookies são sempre bem-vindos, a qualquer tempo é bom tê-los em casa, não é mesmo?!
 Esses são macios, perfumados e cheios de chocolate, por isso mesmo, ideais para a Páscoa.
Ainda da tempo de prepará-los, as crianças certamente gostarão de ajudar.

Cookies de cheesecake
(ligeiramente adaptado daqui)

- 2 xícaras de farinha de trigo
- 1 colher (chá) de amido de milho
- 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
- 1/2 colher (chá) de sal
- 128g de cream cheese, usei 113g que era o que havia no pote recém aberto
- 1/2 xícara de manteiga sem sal em temperatura ambiente
- 3/4 xícara de açúcar
- 1/4 xícara de açúcar mascavo claro
- 1 ovo grande
- 1 e 1/2 colher (chá) de extrato de baunilha, usei essência caseira
- 3/4 xícara de confeitos de chocolate
- 3/4 xícara de chocolate picado
- 1/8 xícara de nibs de cacau, opcional, não consta na receita original

Preparo:
Misture a farinha, o amido, o bicarbonato, o sal e reserve.
Bata a manteiga e o cream cheese até ficar homogêneo, adicione os açúcares e bata até ficar cremoso.
Junte o ovo e a baunilha e bata até combinar. Reduza a velocidade da batedeira e acrescente a farinha aos poucos, batendo apenas para incorporar. Misture o chocolate picado e o nibs se for usar.
Cubra a massa e leve à geladeira por pelo menos 3 horas.
Preaqueça o forno a 180º. Forre duas assadeiras com papel manteiga ou tapete de silicone.
Coloque colheradas de massa deixando cerca de 2cm entre cada uma. Pressione cada bola, achatando-as ligeiramente, comprima os confeitos a gosto sobre cada cookie.
Asse por 13-15 minutos girando a assadeira na metade desse tempo.
Retire, deixe esfriar por 10 minutos ainda na assadeira, depois transfira para uma grade, deixe esfriar completamente.

Rend. entre de 25-30 cookies

Feliz e abençoada Páscoa a todos!!

sexta-feira, 29 de março de 2019

Bolo de Figos Frescos para o Aniversário do Blog


O blog completa 8 anos hoje, nem parece, mas sim, já passou todo esse tempo desde o dia que resolvi compartilhar as receitas que preparo na minha cozinha!
Tive meu primeiro contato com o mundo dos blogs, alguns infelizmente já desativados, em uma época muito difícil para mim, eles acabaram se tornando uma válvula de escape, um lugar onde só havia prazeres, tudo era cercado de sabores, aromas, partilha e aprendizado. Fotos encantadoras, conversa amigável e muita vontade de provar tudo...um mundo de deliciosas possibilidades!
Algum tempo depois surgiu o desejo de criar minha própria página...e assim foi.
O ritmo e a frequência das postagens já não são mais as mesmas do início, mas o carinho continua igual, espero que assim seja ainda por muitos e muitos anos!
Obrigada a todos que de uma forma ou de outra fazem parte dessa caminhada, vocês me encorajam e animam! 
E para comemorar com vocês eu trouxe bolo, um bolo simples, perfumado, macio, delicioso.

Bolo de figos frescos

- 100g de manteiga amolecida
- 150g de açúcar
- 75g de iogurte natural, usei caseiro
- 3 ovos
- 1 colher (chá) essência de baunilha, usei caseira
- raspas da casca de 1 laranja
- 210g de farinha de trigo
- 1 colher (sopa) de fermento químico em pó
- figos frescos a gosto cortado em metades ou fatias
- 2 colheres (sopa) de acúcar demerara para polvilhar as frutas, opcional
- açúcar de confeiteiro para polvilhar o bolo, opcional

Preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma redonda de 22cm.
Bata a manteiga, o açúcar e o iogurte até que fique leve e cremoso. Junte a baunilha e as raspas da laranja.
Acrescente os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Adicione a farinha e bata até ficar homogêneo. Por último coloque o fermento, bata ligeiramente ou apenas misture bem.
Despeje na forma reservada e acerte a superfície.
Distribua os figos em metades ou fatias*, polvilhe o açúcar demerara (se for usar).
Leve ao forno por 50 minutos ou até que o teste do palito saia limpo.
Deixe esfriar por 10 minutos, desenforme, polvilhe com o açúcar de confeiteiro e delicie-se.

*Não afunde as frutas na massa, apenas distribua-as por cima. A tendência é que as metades se mantenham na superfície, já fatias ou pedaços menores tendem a descer e afundar durante o crescimento da massa. As frutas na superfície deixam o bolo mais bonito, mas encontrar pedaços da fruta no meio ou na parte inferior é tão saboroso quanto. Corte as frutas conforme sua preferência ou intercale metades com pedaços menores. 


Um excelente final de semana a todos!!