quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Bolo de Chocolate com Fermento Natural

Aos poucos vou descobrindo que o fermento natural (levain) é mais versátil do que pensei, além de pães incríveis, ele também produz bolos muito macios e de textura ligeiramente diferente do fermento convencional. Já mostrei aqui minha primeira experiência, um bolo de fubá delicioso, agora era hora de uma receita que agrada mais paladares...bolo de chocolate!
O resultado foi aprovado não só por mim, mas pelo degustador (e devorador) oficial de bolos de chocolate aqui de casa, meu filho.

Bolo de chocolate com fermento natural
(ligeiramente adaptado da receita de Daniele Sena do grupo Levain - facebook)

- 1/2 xícara de fermento natural, usei recém refrescado
- 1/2 xícara de leite
- 1 xícara de farinha de trigo
- 3/4 xícara de açúcar, usei 1/2 xícara
- 1/2 xícara de óleo
- 1 colher (chá) de essência de baunilha
- 1/2 colher (chá) de sal
- 3/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
- 6 colheres (sopa) de cacau em pó ou achocolatado, usei 4c de cacau (era o que eu tinha) e 2c de achocolatado
- 1 ovo
- 1/2 colher (chá) de café solúvel instantâneo, opcional - eu usei solúvel em pó

Preparo:

Misture o fermento com a farinha e o leite até ficar homogêneo e reserve por cerca de 2 horas.
Bata o ovo com o açúcar até ficar cremoso e adicione os demais ingredientes, batendo bem a cada adição. Quando estiver tudo incorporado, adicione essa mistura a de fermento, mexendo delicadamente até que fique uma massa bem homogênea.
Transfira para uma forma de furo central, untada e enfarinhada e leve para assar em forno preaquecido a 200ºC por aproximadamente 40 minutos ou até que o teste do palito saia limpo.
Deixe esfriar sobre uma grade antes de desenformar.

Excelente semana a todos!!



quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Bolo de Reis de Fermentação Natural

Feliz Ano Novo!!
Para dar início as postagens em 2019 trago alegremente (apesar do atraso aqui no blog) uma receita de Bolo de Reis, aliás, meu primeiro. Sempre quis preparar um bolo de reis para o dia 06 de janeiro, mas por um motivo ou outro, nunca deu certo. Dessa vez consegui não só me programar, mas ainda usar um ingrediente que tem me trazido muita alegria na cozinha, o fermento natural!
As receitas mais tradicionais levam fermento biológico, são massas que levedam como pães, recheado com frutas e belíssimas coberturas. Depois de ler dezenas de receitas, optei por adaptar uma receita que já estava no blog, uma trança doce de laranja, linda, perfumada e muito saborosa.
O resultado não poderia ter sido melhor, um bolo de reis digno de uma comemoração, macio, perfumado, gulosamente recheado com frutas, coberto com amêndoas laminadas e uma chuva densa de açúcar de confeiteiro.
Se não tem o fermento natural e quiser preparar com o fermento biológico, a receita está aqui.


Bolo de reis de fermentação natural

- 2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo
- 1 ovo + 1 gema
- 1 e 1/2 colher (sopa) de manteiga
- 1 colher (sopa) de óleo
- 1/2 xícara de suco de laranja
- 1/4 xícara de farinha de casca de laranja
- 1/2 xícara de açúcar refinado
- 1 colher (café) de sal
- raspas de 1 laranja
- água para sovar, se necessário
- 120g de fermento natural (levain) 
- frutas cristalizadas a gosto, usei pêssego, laranja, limão e cidra, delicinhas que trouxe do mercado municipal de Ctba
- uvas-passas brancas e escuras a gosto
- 1/2 xícara de suco de laranja + 2 colheres (sopa) de licor amaretto (o licor é opcional) para hidratar as frutas
- açúcar de confeiteiro para polvilhar

Preparo:
Usei a mfp para sovar. Coloque todos os ingredientes na cuba, menos a água (use somente se precisar), escolha a opção "massa" e após os primeiros minutos, observe. Se a massa estiver muito seca e não conseguir agregar toda farinha, junte um pouquinho de água, vá pingando devagar até formar uma bola homogênea e lisa. Ao final do tempo de sova, desligue e retire a massa da cuba (se estiver usando fermento biológico o procedimento é diferente, lembre-se, aqui estou usando fermento natural).
Deixe a massa descansar coberta com filme plástico (eu coloco a massa em uma tigela grande untada e envolvo com um saco plástico próprio para alimentos). A minha precisou de 8h de descanso.
Depois desse tempo, enfarinhe ligeiramente a bancada, abra a massa com as mãos, com cuidado, sem esticar demais, até o tamanho desejado (a minha ficou com cerca de 40x30cm). Distribua as frutas* já escorridas e secas, enrole como rocambole e una as pontas formando um cículo.
Coloque numa assadeira untada, cubra com saco plástico e deixe levedar para crescer, a minha ficou de um dia para o outro, cerca de 2h em temperatura ambiente (TA), 10h na geladeira e mais 1h em TA antes de assar. Pincele com manteiga derretida, distribua as amêndoas laminadas e leve ao forno preaquecido por aproximadamente 40 minutos ou até que doure.
Pincele com geleia de sua preferência (usei de damasco com um pouquinho de água). Nesse ponto foi meio complicado, as amêndoas soltavam ao passar o pincel, mas com cuidado deu certo.
Espere esfriar e polvilho generosamente com açúcar de confeiteiro.

*Para preparar as frutas, misture o suco de laranja com o licor, coloque as frutas picadas em cubos pequenos e as passas numa tigelinha e cubra com a mistura. Deixe hidratar por no mínimo 4h. Na hora de usar, passe as frutas por uma peneira, escorrendo bem, seque-as com pano limpo ou papel toalha, tirando todo excesso de líquido residual antes de empregar.


Que 2019 seja leve, doce e iluminado! 

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Panetone Caseiro Original e o último post do ano

Adoro panetone, todo ano penso em fazê-los e nunca me encorajo, dessa vez foi diferente, o fermento natural (levain) me inspirou a experimentar uma receita.
Entre tantas sugestões, algumas muito complexas, optei pela receita da Neide Rigo executada de maneira muito didática e com proporções próprias pela Luciana do Cozinhando para 2 ou 1. Simples, relativamente fácil e com resultado excelente para alguém que quer apenas saborear panetones caseiros. O processo é um pouco demorado, mas vale a pena.
Meus preferidos levam frutas secas e passas, muitas passas! Pretendo repetir com frutas e uma versão com chocolate, enriquecido com especiarias e laranja cristalizada, combinação que gosto muito.

Panetone caseiro original

Para a esponja:
- 85g de fermento natural, levain
- 115g de farinha de trigo
- 85g de água filtrada

Para a massa do panetone:
- 285g da esponja
- 80ml de leite integral morno
- 100g de açúcar, fica bem pouco doce, se quiser acrescente um pouco mais de açúcar
- 8g de mel
- 1g de sal
- 280g de farinha de trigo
- 80g de manteiga sem sal em ponto de pomada
- 1 ovo inteiro + 1 gema
- raspas da casca de 1 limão (tahiti ou siciliano) e de meia laranja
- 280g de uma mistura de uvas passas brancas e pretas, damasco seco e laranja cristalizada picados -usei também um pouco de frutas cristalizadas que adoro
- 1 xícara de vinho branco seco
- 1 colher (sopa) de licor amaretto
- 1 colher (chá) de Cointreau, licor de laranja, não usei
- manteiga para quando for assar

Preparação da esponja: Misture os ingredientes, tampe com filme plástico e deixe em temperatura ambiente por cerca de 12h ou até formar uma massa cheia de bolhas.
Nesse tempo mergulhe as frutas no vinho e no licor, elas devem ter absorvido o líquido até o momento de serem usadas. Cubra e deixe descansar.

Para preparar a massa: Junte a esponja com o leite morno, misture bem.
Acrescente o açúcar, o mel, o sal e metade da farinha, misture bem na velocidade baixa da batedeira ou com uma colher de pau. Junte a manteiga, o ovo e a gema. Adicione aos poucos a farinha restante e continue misturando. Sove até ficar homogênea, ela deve ficar macia e parcialmente grudenta, não firme como massa de pão. Junte as raspas e deixe levedar. A massa deve dobrar de tamanho e ficar bem fofa, a minha levou cerca de 8h.
Tire o excesso de umidade das frutas com ajuda de um pano de prato. Em superfície enfarinhada, abra a massa com as mãos, achatando-a, distribua as frutas sobre ela. Dobre a achate a massa para que as frutas sejam bem distribuídas.
Separe a massa de acordo com o tamanho que preferir, fiz dois panetones com cerca de 500g cada. Coloque nas formas próprias. Deixe-os crescer até quase ocupar todo volume da forma.
Disponha um pedacinho de manteiga sobre cada massa, coloque sobre uma assadeira e leve para assar em forno preaquecido por 20-30 minutos a 180ºC. Asse por 1h ou até que a superfície esteja dourada.
Retire os panetones, espete a base de cada um com dois palitos atravessando todo o panetone e apoie-os para que fiquem pendurados de cabeça para baixo. Deixe-os assim até que esfriem totalmente, evitando que murchem ou acumulem umidade no fundo do panetone.
Embale-os em sacos plásticos próprios.Melhor consumi-los em até uma semana, caso contrário, o ideal é congelar.

Esse provavelmente será meu último post do ano de 2018, estou cansada, comum nos finais de ano e não tiro férias desde 2016...preciso. Nesse período podem me acompanhar no instagram, blogaboborameninacristina.
Desejo a todos um esperançoso final de ano, um lindo Natal e Próspero 2019!!
Que a paz reine em nossos corações e lares!!
Aguardo vocês...sempre!!



Feliz Natal e Próspero Ano Novo!!

sábado, 24 de novembro de 2018

Bolo de Fubá e Erva-Doce com Fermento Natural


Hoje mesmo perguntavam no instagram qual seria seu bolo favorito desde sempre (infância?!)...minha resposta? De fubá, uma fatia ainda morna com manteiga!
Tenho inúmeras receitas de bolo de fubá no blog, para todos os gostos, se você também aprecia, digite "bolo de fubá" na caixa de busca e divirta-se. 
Essa versão é com fermento natural. Sim, dá pra fazer bolo e outras coisinhas mais com levain, basta adaptar a receita. O fermento natural altera o resultado final, mudando a textura e o sabor do bolo, é muito bom, deixo aqui para você experimentar, se tiver oportunidade.

Bolo de fubá e erva-doce
(adaptada de Sirley Zancanari do grupo Levan, no fb)

- 85g de farinha de trigo
- 85g de fubá
- 100g de çúcar demerara, uso orgânico
- 100g de manteiga
- 150ml de leite
- 100g de levain (fermento natural)
- 1 ovo
- 2g de sal
- 3g de bicarbonato de sódio
- erva-doce a gosto

Preparo:
Unte uma forma redonda (média) de furo central e reserve.. Preaqueça o forno a 180ºC.
Misture a farinha, o fubá e o leite até ficar homogêneo e deixe descansar na geladeira por 30 minutos.
A parte, bata a manteiga com o açúcar até ficar cremoso, junte o ovo e bata novamente.
Junte essa mistura à de farinha e bata bem. Adicione o sal, o bicarbonato e a erva-doce. Por último o fermento natural. Misture para incorporar tudo.
Leve para assar por aproximadamente 40 minutos ou até que o teste do palito saia limpo.


Excelente final de semana a todos!!

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Pão de Cenoura com Fermentação Natural

Comecei minhas experiências com fermento natural no início desse ano, ou seja, há alguns meses e já tenho uma lista gigantesca de sugestões para experimentar.
O pão feito com o suco da cenoura é uma delas, com uma massa aromática e amarelinha, rendeu um interior macio e ligeiramente mais úmido.
Dessa vez postarei a receita ao estilo usado na panificação, parece complicado, mas não é. Use sempre como base os 100% de farinha de trigo para saber o valor dos outros ingredientes, assim é possível fazer o pão do tamanho desejado. Ao lado de cada ingrediente anotarei o quanto usei para que consigam entender melhor. 

Pão de cenoura com fermentação natural

- 100% de farinha de trigo branca - 350g
- 70% de suco de cenoura - 245g
- 30% de levain, fermento natural - 105g
- 2% de sal - 7g
- 3% de açúcar demerara orgânico - 10,5g

Preparo:
Misture a farinha com o suco de cenoura* e deixe descansar na geladeira por cerca de 2h.
Acrescente o levain e o açúcar e sove até atingir o ponto de véu. Adicione o sal e sove por mais dois minutos. Deixe a massa descansar por 30 minutos. Inicie o processo das dobras.
Faça quatro dobras, puxando um lado da massa para o centro, girando a tigela, repita três vezes.
Deixe descansar mais 30 minutos e repita o processo, ao total serão quatro procedimento de dobras a cada 30 minutos.
Modele o pão e coloque no cesto de fermentação. Deixe fermentar até atingir cerca de 2/3 do tamanho inicial, caso queira retardar o crescimento, deixando-o mais lento, leve a massa à geladeira.
Asse em panela de ferro tampada, preaquecida por 30 minutos à temperatura de 250ºC por 20 minutos, destampe a panela, reduza a temperatura para 230ºC e asse até que doure a seu gosto.

*Para fazer o suco bata as cenouras cruas e sem casca com 245g de água, coe, pese novamente, se faltar junte mais água até atingir o pedido na receita e empregue.

Ótimo final de semana a todos!!