sexta-feira, 4 de maio de 2018

Meu Primeiro Pão de Fermentação Natural e um textão!


O primeiro pão ("que deu certo") de fermentação natural a gente nunca esquece, embora eu já tenha aprimorado o modo de preparo e meus pães estejam com aspecto e sabor bem melhor que esse da foto, tenho que honrar a receita que rendeu a primeira sensação boa de que poderia dar certo.
Inicialmente vou contar para vocês um pouquinho dessa história. 
Em janeiro desse ano ganhei uma isca de fermento natural ou levain como gosto de chamá-lo que é a denominação em francês. Essa etapa inicial não é complexa, precisa de paciência e um pouco de cuidado e observação, mas me vi livre dela ao receber uma muda pronta para ser usada.
Palavras como alimentar ou refrescar o levain, começaram a fazer parte da minha rotina de aprendiz de padeira e fiz meu primeiro teste com o fermento, foi um fiasco, assim também com outras três tentativas posteriores. ;(
Afinal, porque não estava dando certo? Faço pão a tanto tempo com bons resultados, que cheguei a pensar que essa fermentação natural não era pra mim. Comecei a estudar o assunto, participar de grupos especifícos no FB, acompanhar vídeos, enfim, respirei levain por alguns dias, talvez semanas.
Essa receita que apresento hoje é fruto de um dos inúmeros vídeos que assisti, com um passo a passo mais simplicado, sem sova, sem atingir ponto de véu, sem muita preocupação com modelagem, foi como consegui meu primeiro pão apresentável e principalmente, comível.
Nesse dia reascendeu uma fagulha de esperança e ânimo...acho que consigo! 
Contando assim, pode parecer um bicho de sete cabeças, mas não é e nem é meu intuito assustar ninguém, muito pelo contrário, meu objetivo é compartilhar minha experiência e dizer que vale a pena. Fazer pão em casa, seja qual for o tipo de pão, já é uma bênção, conquistar algo que remete aos primordios da civilização, como preparar um pão apenas com farinha, água e sal, é maravilhoso!
Vem comigo, entre nesse mundo incrível e totalmente viciante da panificação natural!
Se você quer se aventurar e começar do zero, deixo alguns links com passo a passo detalhado de como iniciar seu próprio fermento ou encontre alguém para te doar uma isca, afinal, pão é partilha.
Caso você já faça pães de fermentação natural com facilidade, fique à vontade para comentar suas experiências e dicas, ainda tenho muito que aprender, estou apenas iniciando e cheia de curiosidade.

Do que aprendi até agora:
Para começar, algumas coisas são fundamentais, ter uma balança culinária digital é uma delas, sem isso é praticamente impossível fazer um pão razoável e muito menos manter seu fermento ativo e forte.
Um cesto próprio de fermentação também é um ótimo aliado, além de modelar, dando uma aparência bonita aos pães, ele retira o excesso de umidade da massa. Uso um de ratã, agora produzido no Brasil.
Outro fator importante para se conseguir um pão bonito, de casca crocante, miolo macio e principalmente que dê "aquele" salto de crescimento no forno, é o vapor, sem ele seu pão não irá alcançar algumas das características típicas desses pães.
Uma panela de ferro com tampa bem vedada que possa ir ao forno é o ideal, mas obtive ótimos resultados com uma panela Vision, aquela antiga de vidro. Outro recurso é produzir vapor utilizando uma forma com água na base do forno ou mesmo sacos de assar carnes com presilha para vedar, resolvem essa questão.
Para fazer cortes na superfície do pão, é preciso uma lâmina, um estilete ou algo que seja bem afiado, normalmente faca não funciona. O corte facilita o crescimento no forno e dá ao pão um desenho diferenciado.
Claro que nenhuma dessas coisas é imprescindível, são itens para facilitar o trabalho, é perfeitamente possivel fazer um lindo e delicioso pão sem esses apetrechos; com excessão da balança, todos podem ser substituídos de alguma forma. ;)
Sem falar que nem todos gostam das características citadas acima e prefiram um pão tradicional, inteiramente macio e que usa fermentação natural. É perfeitamente possível e igualmente saboroso.

Para finalizar deixo o link do vídeo que usei para fazer o pão da foto, meu primeiro pão que deu "certo".
O autor, Trevor Wilson tem inúmeros vídeos preparando seus pães.
Sugiro que assistam a esse e se o interesse for grande, busquem outros, tem ótimos nacionais também.
Assim, nas próximas postagens sobre fermentação natural onde postarei receitas, vocês estarão mais íntimos com o modo de preparo, que é muito similar entre eles, mas divergem bastante do preparo convencional usando fermento biológico.

Links sugeridos para quem quiser começar seu fermento natural do zero:

Um excelente final de semana a todos!

8 comentários:

  1. amei sua iniciativa de contar pra gente sua experiência com pao fermentação natural! algumas perguntas se me permite, onde consigo o cesto de fermentacao? serve para paes com fermento biológico seco? será que funciona com panela inox fundo triplo? ansiosa para o próximo post sobre paes fermentação natural

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miriam, eu que agradeço teu retorno em relação à postagem. Vamos lá, compro o cesto no próprio site da Banneton https://banneton.com.br/ , que agora vende aqui no Brasil.Acredito que sirva para fermentar qqer tipo de pão, inclusive com fermento biológico. Participo de um grupo onde várias pessoas usam a panela de inox com ótimos resultados, o que importa é se a tampa veda bem para criar o vapor necessário. Espero ter ajudado.
      Seja sempre bem-vinda! Em breve terá post novo sobre o assunto.
      Boa semana.

      Excluir
  2. O pão ficou com ótimo aspeto! Obrigada pela partilha do link. Como gosto muito de pão, vou ver e tentar fazer.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Marcia! É muito gratificante, qdo começa não se quer mais parar, tente sim e qqer dúvida, ficarei feliz em tentar ajudar.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Querida Cristina,
    O mais i portante é que você não desistiu e o resultado é simplesmente
    lindo, um delírio para os amantes de pão.
    Eu adoraria vê-lo por dentro, por fora está maravilhoso.
    Acho que fazer esse tipo de pão é a mesma alegria de fazer massa folhada,
    a gente fica numa satisfação em aprender essas maravilhas.
    Parabéns pelo lindo pão e obrigada, pela partilha!

    Beijos no seu ♥

    ResponderExcluir
  5. Que pão lindo! Parabéns. Vc sabe onde posso encontrar isca de levain aqui em Brasília? Desde já agradeço pela atenção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mari! Infelizmente não sei, mas existem grupos no facebook por exemplo, onde os integrantes perguntam por doadores de isca em determinada cidade, eu mesma já doei para algumas pessoas que me encontraram através de grupos de fermentação natural no face. Tenho certeza que encontrará alguém de Brasília disposto a doar levain. Espero ter ajudado.

      Excluir

Seu comentário é muito importante para mim!
Obrigada e volte sempre!